Escolha sua plataforma e compre
Experimente grátis por um mês com 10 licenças.
Para que vai ser usada a conta?
Cadastre-se
loading

Ao se registrar e usar CogniFit, você aceita que leu, entendeu e que está de acordo com as de Uso e a de Privacidade de CogniFit.

corporativelanding_Insomnio-Infantil_social_picture
  • Acesse a bateria de avaliação neuropsicológica para tratar a insônia em crianças

  • Explore e ajude a melhorar as funções cerebrais usadas ao adormecer.

  • Ajude seu filho a superar os problemas para dormir. Experimente!

loading

Estimulação neurocognitiva para ajudar a tratar as redes neurais relacionadas à insônia infantil.

Meu filho tem insônia. O que posso fazer? A estimulação neurocognitiva pode ser uma ferramenta de ajuda para superar os transtornos do sono produzidos durante a infância . Rigorosos estudos científicos demonstraram que o programa de estimulação cerebral de CogniFit é um tratamento não farmacológico para pode ajudar a reduzir os problemas associados à insônia. Os profissionais o recomendam cada vez mais porque estimulando as diversas habilidades cerebrais você pode modificar a arquitetura do sono e reduzir os problemas para dormir que uma criança possa apresentar, ajudando a superar os transtornos do sono em crianças com insônia.

Esses exercícios clínicos foram desenhados por uma equipe de neurologistas que pesquisam sobre os transtornos do sono em crianças. Eles aplicam as últimas descobertas sobre o cérebro e também simples e divertidas tarefas mentais para estimular aplasticidade cerebral, minimizar os transtornos do sono em crianças e tratar a insônia em adultos. Para obter os melhores resultados, você só precisa praticar 20 minutos, 2 ou 3 vezes por semana.

Algumas crianças com insônia podem ser hiperativas e sofrer de TDAH, dislexia, discalculia, etc. Essa associação é devida ao fato de que esses transtornos compartilham algumas características neurobiológicas e déficits estruturais localizados no córtex pré-frontal do cérebro. Essa é uma área que CogniFit trabalha para melhorar, e desempenha um papel fundamental no controle da atenção, no regulamento da atenção, no sono e no humor.

Ensinar e mudar novamente o comportamento do cérebro é importante para melhorar a qualidade do sono e o descanso da criança; A estimulação cognitiva pode ser aplicada a todas as crianças que sofrem de transtornos do sono, exceto aquelas que sofrem de transtornos mais sérios, que talvez não sejam capazes de concluir o programa.

O programa de CoginiFit para tratar a insônia infantil exercita as seguintes áreas:

  • Latência do sono: O tempo que demora uma criança para adormecer.
  • Eficiência do sono: O tempo que uma criança permanece adormecida.

Tecnologia CogniFit

Validada clinicamente

Programa para crianças com problemas para dormir

Avaliação neuropsicológica para crianças com insônia 1

Diagnóstico cognitivo completo: Através de jogos divertidos, o programa avalia com precisão as funções cognitivas em cada criança.

Estimulação neuropsicológica para crianças com insônia2

Exercícios para um tratamento profissional: Estimulação das áreas cerebrais responsáveis pela insônia nas crianças. Bateria de jogos e atividades neurocientíficos.

Reabilitação para crianças com insônia 3

Reabilitação monitorada: Algoritmos sofisticados para identificar as alterações e déficits e fazer um seguimento da progressão da criança, com resultados e progressos.

Tratamento para os transtornos do sono em crianças

Antes de administrar qualquer tipo de tratamento para a insônia infantil, é importante consultar um médico ou pediatra para descartar que o transtorno do sono seja causado por uma doença neurológica séria, que deve ser tratada especificamente por um especialista.

Não é fácil tratar uma criança com problemas para dormir quando são causados por hábitos pouco saudáveis, estresse, agitação ou atitudes. Muitas vezes, o tratamento para uma criança com insônia só funciona se a criança aprende a dormir e recupera hábitos saudáveis do sono por si mesmo ou si mesma. Por isso é importante que a criança possua os exercícios ou ferramentas necessárias para conseguir dormir por iniciativa própria se acordar no meio da noite.

Nunca administre um tratamento farmacológico sem consultar um médico, especialmente para uma criança. Os comprimidos para dormir implicam alguns riscos e muitas vezes não ajudam à solucionar a origem do problema. Para superar a insônia infantil causada por hábitos poucos saudáveis e dizer boa noite ao transtorno do sono, deve focar seus esforços na reconversão do cérebro e aprender novamente quais são os hábitos saudáveis para dormir.

Os progenitores podem ajudar muito os filhos a superar os problemas para dormir e conseguir recuperar o sono profundo necessário para se desenvolver e crescer fortes e saudáveis. À noite, o cérebro de uma criança armazena todas as informações adquiridas durante o dia. Por isso, é muito importante que elas durmam dormir bem de noite.

Como tratar a insônia infantil

Que podemos fazer em casa para ajudar uma criança com insônia a superar os problemas com que se depara?

  • Estabelecer rotinas: É importante estabelecer rotinas para dormir. Seguir sempre os mesmos passos e tentar que essas rotinas não sejam alteradas aleatoriamente. Este processo baseado em técnicas comportamentais é importante para que a criança possa ajustar o relógio biológico, regule os ritmos vitais e controle o sono.
  • Jantar leve: Faça um jantar leve que seja fácil de digerir. Tente evitar as comidas com açucar porque podem proporcionar energia à criança. Evite também qualquer alimento com cafeína, como café, chá ou refrigerantes.
  • Proibir os jogos antes de ir para a cama: Os jogos podem excitar a criança.
  • Dormir cedo: A criança deve dormir entre 9 e 10 horas diárias. Um bom horário para deitá-la é as 8 da tarde.
  • Coloque na cama algo que a criança gosta para que possa passar a noite com isso: Dessa forma, ela vai se acostumar a associar esses objetos com o sono. Certifique-se de que a criança se sente confortável na cama.
  • Leia uma história com a luz acesa ou em um ambiente silencioso: Prepare a criança para dormir e converse tranquilamente para ela relaxar. Tente sempre eviar muita excitação. Quando você sentir que a criança está confortável, saia do quarto.
  • Certifique-se de que o quarto está escuro e silencioso: Manter o quarto escuro é importante para combater a insônia infantil. O relógio biológico está influenciado pelas condições ambientais. Quando está tudo escuro, o cérebro nos indica que é hora de dormir, enquanto a luz indica que temos que estar acordados.
  • Se a criança começa a chorar, não entre no quarto imediatamente: Espere uns minutos antes de ir acalmá-la. Quando ela se tranquilizar, saia do quarto.
  • Não fique nervoso ou frustrado: Isso requer paciência, mas é importante manter uma rotina para que a criança possa adormecer por si mesma. Se acordar, leve ela de volta para a cama sem se alterar.
  • A estimulação neurocognitiva de CogniFit pode ser uma ferramenta útil para combater a insônia infantil: O tratamento não farmacológico tem como objetivo fazer funcionar as conexões das redes neurais usadas durante o sono e contribui para estimular diversas atividades cerebrais relacionadas com o sono. Alterando a arquitetura do sono você pode reduzir os problemas que seu filho apresenta para dormir.

Causas da insônia infantil

Quais são as possíveis causas dos problemas que uma criança tem para dormir? Às vezes, a insônia infantil pode ser causada por um problema médico, a razão pela qual é muito importante que um pediadra ou especialista faça um diagnóstico adequado. As causas comportamentais ou psicológicas mais frequentes são as seguintes:

  • Insônia infantil causada por maus hábitos de sono: A iniciação do sono e a habilidade para adormecer são geralmente causados por uma série de circunstâncias biológicas e comportamentos de aprendizagem. O organismo tem que estar preparado para dormir, formando hábitos, para que o corpo posssa se preparar para dormir, facilitanto por sua vez o descanso da criança. Às vezes os problemas da insônia infantil acontece no meio da noite. Por isso é importante que a criança tenha um plano e esteja preparada para adormecer por si mesma.
  • A insônia infantil causada por estresse ou ansiedade: A criança precisa ter uma rotina. Ela poderia se sentir incômoda por problemas familiares, ansiedade por uma separação ou medos da infância. Esse tipo de insônia aparece normalmente de repente e pode ser produzida transitoriamente por fatores pessoais, familiares ou sociais. Nessas circunstâncias, a criança mostra ansiedade pela resistência ao sono. Também pode acontecer se teve um dia excitante, pois o sono significa deixar de lado a diversão. Os pesadelos podem ser também um problema. Nesse caso, é importante apoiar a criança e conversar com ela sobre seus medos. O tratamento tem como objetivo encontrar a raiz da ansiedade e mostrar como a criança deve superá-la.

Além desses problemas de comportamento, existem outras causas derivadas dos problemas médicos que não deixam a criança dormir. As alergias podem impedir o sono, enquanto as infecções dos ouvidos, cólica e outras dores também podem ser o motivo. Por isso é importante consultar um médico para descobrir a causa subjacente.

Causas da insônia infantil

Consequências da insônia infantil

Quais são as consequências da insônia infantil? Se ocorre quando a criança é pequena, as consequências físicas e mentais tendem a ser mais sérias. Adicionalmente, se uma pessoa sofre de insônia quando é pequena, têm mais tendência a sofrer do transtorno quando é mais velha.

Habitualmente, a criança vai sentir fatiga e não vai render bem na escola. Podem ficar irritadas e sofrer mudanças de humor, que poderá causar uma possível depressão de adolescente ou adulto.

Sofrer de insônia durante muito tempo causa riscos físicos e psicológicos para as crianças. Por isso, é importante superar o transtorno o mais rápido possível e consultar um especialista para obter o tratamento necessário.

Consequências da insônia infantil

Pesadelos e insônia infantil

Muitas crianças têm pesadelos durante a noite. Durante esses episódios, elas sentam repentinamente na cama e começam a chorar ou gritar, mostrando signos de pânico ou ansiedade. É difícil acordar uma criança que está tendo um pesadelo. Se você for capaz de acordar ela, a criança vai ficar confusa e desorientada, sem lembrar do que aconteceu.

Se uma criança tiver pesadelos, não significa que tem problemas de saúde mental ou psicológicos. Esses episódos podem ser causados pela fadiga ou tesão emocional ou por acontecimentos traumáticos como a perda de um familiar próximo. Os fatores genéticos ou hereditários também podem contribuir.

Para ser capaz de controlar as noites de pesadelos, eles devem seguir o seu curso normal, mas sempre sob supervisão. É importante considerar o comportamento da criança quando está acordada. Se você perceber a existência de problemas externos, isso pode influenciar o comportamento da criança. Tenta resolvê-los ou converse com um profissional.

Existem técnicas como os exercícios de relaxamento que ajudam a criança que tem sonhos que casusam ansiedade.

Pesadelos e insônia infantil

Insônia e hiperatividade

Para entender a relação entre os problemas para dormir e o TDAH, é importante observar a existência de um fator bidirecional entre esses dois transtornos. A psicopatologia do TDAH e a regulação do ciclo sono-vigília compartilharam mecanismos neurobiológicos: um déficit estrutural no córtex pré-frontal do cérebro, a área específica responsável pelo controle da atenção e a regulação do sono. Portanto, vários dos exercícios clínicos de CogniFit focam na estimulação cognitiva e nas redes operacionais de conexões neurais que compõem esse módulo cerebral.

Existe uma alta prevalência das alterações do sono em crianças hiperativas. As crianças com TDAH geralmente apresentam padrões de ciclos de sono desequilibrados, dificuldade para adormecer, despertares noturnos e pernas inquietas ou movimentos bruscos quando dormem. Esses episódios impedem o cérebro descansar adequadamente.

As crianças com insônia, apresentam quadros de sonolência nas áreas de atenção, foco, concentração, aprendizagem, controle do impulso, auto-regulamentação, internalização da linguagem, dificuldades na área da memória operacional e nas funções executivas. Por isso o trastorno não pode ser tratado com uma ferramenta específica, ele sustenta o TDAH e vice versa. Mais uma vez, o programa de estimulação neurocognitiva de CogniFit pode ser uma ferramenta eficaz para tratar a insônia em crianças com hiperatividade.

Insônia infantil e hiperatividade

Referências

Shatil E, Metzer A, Horvitz O, Miller A. - Home-based personalized cognitive training in MS patients: A study of adherence and cognitive performance - NeuroRehabilitation 2010; 26:143-53.

Peretz C, Korczyn AD, Shatil E, Aharonson V, Birnboim S, Giladi N. - Computer-Based, Personalized Cognitive Training versus Classical Computer Games: A Randomized Double-Blind Prospective Trial of Cognitive Stimulation - Neuroepidemiology 2011; 36:91-9.

Shatil E (2013). Does combined cognitive training and physical activity training enhance cognitive abilities more than either alone? A four-condition randomized controlled trial among healthy older adults. Front. Aging Neurosci. 5:8. doi: 10.3389/fnagi.2013.00008

Thompson HJ, Demiris G, Rue T, Shatil E, Wilamowska K, Zaslavsky O, Reeder B. - Telemedicine Journal and E-health Date and Volume: 2011 Dec;17(10):794-800. Epub 2011 Oct 19.

Preiss M, Shatil E, Cermakova R, Cimermannova D, Flesher I (2013) Personalized cognitive training in unipolar and bipolar disorder: a study of cognitive functioning. Frontiers in Human Neuroscience doi: 10.3389/fnhum.2013.00108.

Cricco M1, Simonsick EM, Foley DJ. (2001) The impact of insomnia on cognitive functioning in older adults. J Am Geriatr Soc. 2001 Sep;49(9):1185-9.

Eddy Ives L-S, Ugarte Libano R. ADHD and sleep disorders. En: AEPap ed. Curso de Actualización Pediatría 2011. Madrid: Exlibris Ediciones; 2011. p. 397-406.

Domínguez-Ortega, L. y De Vicente-Colombia, A. Attention deficit disorder with hyperactivity and sleep alterations. Med Clin (Barc). 2006;126(13):500-6

Por favor, escreva o seu endereço de e-mail