Sobre os cookies neste site

Este site usa cookies para melhorar sua experiência on-line. Ao continuar a usar este site sem alterar suas preferências de cookies, consideramos que você está concordando com o uso de cookies. Para mais informações ou para alterar suas preferências de cookies, visite nossa política política de cookies.

Aceitar
Escolha sua plataforma e compre
Experimente grátis por um mês com 10 licenças.
Para que vai ser usada a conta?
Cadastre-se

Confirme que o uso das avaliações e treinamentos é para você. Você criará uma conta pessoal. Este tipo de conta foi especialmente criado para ajudar você a avaliar e treinar suas habilidades cognitivas

Confirme se as avaliações e os programas de treinamento cognitivos serão usados por seus pacientes. Você vai criar uma conta de gerenciamento de pacientes, a fim de dar a eles acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit

Confirme que você deseja oferecer treinamento e/ou avaliações cognitivas para seus familiares ou amigos. Você criará uma conta familiar. Esta conta foi criada para fornecer aos membros de sua família acesso a avaliações e treinamentos de CogniFit.

Por favor, confirme que o uso dos treinamentos e avaliações cognitivos é para os participantes do estudo de pesquisa. Você criará uma conta de pesquisa. Esta conta será especialmente desenvolvida para ajudar os pesquisadores em seus estudos nas áreas cognitivas.

Confirme se as avaliações e os programas de treinamento cognitivos serão usados por seus alunos.Você vai criar uma conta de gerenciamento de alunos, a fim de dar a eles acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit.

Para usuários a partir de 16 anos. Crianças menores de 16 anos podem usar CogniFit com um dos progenitores em uma das plataformas para famílias.

loading

Ao se registrar e usar CogniFit, você aceita que leu, entendeu e que está de acordo com as de Uso e a de Privacidade de CogniFit.

corporativelanding_STUDY-COGNITIVE-TRAINING-VS-PHYSICAL-TRAINING_social_picture

CogniFit, com ou sem exercício físico, melhorou o estado cognitivo em idosos saudáveis

Publicação científica sobre os efeitos positivos do treinamento cognitivo em idosos

  • Gerenciar convenientemente pacientes da plataforma dos pesquisadores

  • Avaliar e treinar até 23 habilidades cognitivas para os participantes do estudo

  • Verificar e comparar o desenvolvimento cognitivo dos participantes para os dados do seu estudo

Começar Agora
loading

Nome original: Does combined cognitive training and physical activity training enhance cognitive abilities more than either alone? A four-condition randomized controlled trial among healthy older adults.

Autora: Evelyn Shatil1,2.

  • 1. CogniFit Inc., New York, USA.
  • 2. The Center for Psychological Research, Max Stern Academic College of Emek Yezreel, Jezreel Valler, Israel.

Publicação: Frontiers in Aging Neuroscience (2013), vol. 5 (8): 1-12.

Referências a este artigo (estilo APA):

  • Shatil, E. (2013). Does combined cognitive training and physical activity training enhance cognitive abilities more than either alone? A four-condition randomized controlled trial among healthy older adults. Frontiers in Aging Neuroscience, vol. 5 (8), pp.1-12.

Conclusão do estudo

As pessoas idosas que usam CogniFit, ou que combinam CogniFit com a atividade física, melhoram seu estado cognitivo mais do que as pessoas que só fazem atividade física ou que apenas leem. Atenção dividida (t=-3,48; p=0,001), coordenação óculo-manual (t=-10,84; p<. 001), nomeação (t=- 5,66; p<. 001), velocidade de processamento (t=- 5,17; p<. 001), exploração visual (t=- 3,41; p=0.002) e memória operacional (t=- 4,56; p<. 001).

Resumo do estudo

O objetivo do estudo foi conhecer como o treinamento cognitivo de CogniFit (Grupo cognitivo) , a atividade física (Grupo de treinamento físico), CogniFit e a atividade física (Grupo combinado) e a leitura (Grupo de controle) contribuem para a melhoria do estado cognitivo dos idosos. . Através deste estudo aleatório e controlado de quatro circunstâncias, observou-se que os idosos do grupo cognitivo e do grupo combinado melhoraram significativamente o estado cognitivo do que os do grupo de controle e do grupo de treinamento físico. As habilidades cognitivas que mostraram melhoria foram: Coordenação óculo-manual, memória operacional, memória de longo prazo, velocidade de processamento, exploração visual e nomeação. De fato, o grupo de treinamento físico e as pessoas do grupo de controle não tiveram n

Contexto

Idosos correm alto risco de perder a autonomia e a qualidade de vida pelo déficit cognitivo devido ao aumento da idade. Para prevenir ou reduzir essa deterioração, várias estratégias têm sido buscadas. A pesquisa concentrou-se principalmente em três possibilidades: treinamento cognitivo, treinamento físico e treinamento que combina atividades cognitivas e físicas.

A atividade física foi associada a melhorias em diferentes aspectos da saúde, incluindo o cognitivo. Melhorias cognitivas derivadas do treinamento físico foram encontradas principalmente nas áreas de atenção e funções executivas. Contudo, as pesquisas indicam que essas melhorias não são sustentadas a longo prazo. Por outro lado, o treinamento cognitivo computadorizado, como o que faz CogniFit, mostrou em várias ocasiões ser útil em diferentes áreas cognitivas.

Metodologia

Participantes

Todos os participantes foram idosos saudáveis voluntários​​, residentes da comunidade de aposentados de Lakeview, em Lenexa, Kansas. Eles participaram via e-mails, telefonemas, panfletos ou durante um "dia informativo" quando o estudo foi discutido.

Idosos que tiveram um derrame ou ataque cardíaco nos últimos 5 anos, que usaram medicamentos que pudessem alterar o estado cognitivo, ou que tiveram uma pontuação menor ou igual a 23 no MMSE (Miniexame do Estado Mental) foram excluídos do estudo . Em vez disso, os participantes precisavam ter uma visão e audição adequadas e concordar em participar das atividades de estudo.

Os critérios de inclusão incluíram ter visão adequada, ser capaz de ouvir instruções corretamente, comunicar-se com os pesquisadores, concordar em participar das avaliações e do treinamento durante o estudo, completar um histórico médico e obter aprovação médica.

Planejamento

Através de um planejamento controlado randomizado de quatro grupos (cognitivo, físico, combinado e de controle) o objetivo foi avaliar a eficácia do treinamento cognitivo, da atividade física e da combinação desses diferentes tipos de treinamento, para melhorar o estado cognitivo de idosos saudáveis.

Depois de concluir a coleta de dados para o estudo, é possível baixar os resultados de cada participante no computador para analisá-los.

Tratamento do grupo de treinamento físico

Dada a idade avançada dos participantes (59% tinham 80 anos de idade ou mais), eles não foram capazes de realizar um exercício aeróbico intenso. Portanto, foram planejadas sessões de aquecimento (10 minutos), treinamento cardiovascular sentado e em pé (15 minutos), exercícios aeróbicos leves (5 minutos), treinamento de força (10 minutos), treinamento de flexibilidade (5 minutos) e uma breve sessão de relaxamento. As pessoas que foram inicialmente incapazes de completar a sessão de exercício total fizeram as atividades que foram viáveis ​​para eles fisicamente e saudavelmente.

Tratamento do grupo combinado

Os participantes do grupo combinado fizeram as atividades de treinamento do grupo cognitivo (usando CogniFit) com o grupo de treinamento físico. Como resultado, esses participantes realizaram duas vezes mais atividades que os grupos de treinamento exclusivamente cognitivo ou físico.

Tratamento do grupo de controle

Os participantes do grupo de controle só leram o livro sobre envelhecimento ativo durante o tempo que o estudo durou. Eles foram convidados a ler fragmentos do livro em casa e participar de reuniões de discussão de 60 minutos sobre as melhores maneiras de alcançar os objetivos propostos no livro.

Variáveis avaliadas:

A bateria de avaliação cognitiva geral (CAB) de CogniFit foi usada para realizar um teste prévio e um teste posterior. Através de 15 tarefas de avaliação, foram mensuradas diferentes habilidades cognitivas, como atenção focada, atenção dividida, inibição, flexibilidade cognitiva, planejamento, memória operacional e coordenação óculo-manual. Três sessões de 15 minutos foram usadas para aplicar a avaliação completa.

Análise:

Através do SPSS 18, foram desenvolvidos modelos lineares gerais para medidas repetidas a fim de investigar os efeitos dos tratamentos em cada uma das habilidades cognitivas avaliadas. A variável na análise grupal foi o tempo, com dois níveis (antes e depois do teste). As duas variáveis ​​interindividuais foram o treinamento cognitivo e o treinamento físico, com dois níveis (treinamento concluído e treinamento não concluído). Este modelo permitiu analisar as diferentes interações:

  • Tempo x Treinamento Cognitivo.
  • Tempo x Treinamento Físico.
  • Tempo x Treinamento Cognitivo x Treinamento Físico.

Resultados e conclusões

Usando comparações entre grupos, descobriu-se que todos os participantes tiveram um desempenho semelhante no início do estudo, no teste prévio. Os participantes que realizaram algum tipo de treinamento cognitivo (grupo cognitivo e grupo combinado) com CogniFit melhoraram várias habilidades cognitivas verbais e não verbais em comparação àqueles que não realizaram nenhum tipo de treinamento cognitivo (grupo físico e grupo de controle). As habilidades em questão eram: coordenação óculo-manual, memória operacional, velocidade de processamento, exploração visual e nomeação. Através do d de Cohen, observou-se que o tamanho do efeito para essas melhorias foi médio (d de Cohen =. 6 ou. 7) ou grande (d de Cohen =. 8).

Na análise entre os grupos observou-se que o grupo cognitivo apresentou uma melhoria significativa após o treinamento com CogniFit na atenção dividida (t=-3,48; p=0,001), coordenação óculo-manual (t=-10,84; p<. 001), nomeação (t=- 5,66; p <. 001), velocidade de processamento. No grupo combinado, a melhoria foi na coordenação óculo-manual (t=- 9,602; p <. 001), nomeação (t=- 3,246; p=0,003) e velocidade de processamento (t=-4,695; p <. 001). Por outro lado, não houve melhorias significativas após o treinamento no grupo físico e no grupo de controle.

Em resumo, está claro que as pessoas que fizeram o treinamento cognitivo com CogniFit tiveram uma melhora significativa em várias habilidades cognitivas. O treinamento cognitivo sistemático de CogniFit aproveita a plasticidade cerebral e induz mudanças nas funções cognitivas. A literatura científica indica que essas melhorias cognitivas podem ter um impacto positivo na qualidade de vida e na autonomia dos idosos. Contudo, os dados contradizem a crença de que a atividade física aeróbica é o principal mecanismo de melhoria cognitiva. De fato, de acordo com os dados, o mecanismo mais relevante para a melhoria cognitiva seria o treinamento cognitivo. Dessa forma, os idosos que não têm a possibilidade de fazer exercícios aeróbicos poderão manter seu estado cognitivo com ferramentas como CogniFit.

Por favor, escreva o seu endereço de e-mail