Sobre os cookies neste site

Este site usa cookies para melhorar sua experiência on-line. Ao continuar a usar este site sem alterar suas preferências de cookies, consideramos que você está concordando com o uso de cookies. Para mais informações ou para alterar suas preferências de cookies, visite nossa política política de cookies.

Aceitar
Escolha sua plataforma e compre
Experimente grátis por um mês com 10 licenças.
Para que vai ser usada a conta?
Cadastre-se

Confirme que o uso das avaliações e treinamentos é para você. Você criará uma conta pessoal. Este tipo de conta foi especialmente criado para ajudar você a avaliar e treinar suas habilidades cognitivas

Confirme se as avaliações e os programas de treinamento cognitivos serão usados por seus pacientes. Você vai criar uma conta de gerenciamento de pacientes, a fim de dar a eles acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit

Confirme que você deseja oferecer treinamento e/ou avaliações cognitivas para seus familiares ou amigos. Você criará uma conta familiar. Esta conta foi criada para fornecer aos membros de sua família acesso a avaliações e treinamentos de CogniFit.

Por favor, confirme que o uso dos treinamentos e avaliações cognitivos é para os participantes do estudo de pesquisa. Você criará uma conta de pesquisa. Esta conta será especialmente desenvolvida para ajudar os pesquisadores em seus estudos nas áreas cognitivas.

Confirme se as avaliações e os programas de treinamento cognitivos serão usados por seus alunos.Você vai criar uma conta de gerenciamento de alunos, a fim de dar a eles acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit.

Para usuários a partir de 16 anos. Crianças menores de 16 anos podem usar CogniFit com um dos progenitores em uma das plataformas para famílias.

loading

Ao se registrar e usar CogniFit, você aceita que leu, entendeu e que está de acordo com as de Uso e a de Privacidade de CogniFit.

corporativelanding_PartesCerebro_social_picture
Esta página é apenas para informação. Não vendemos produtos para tratar doenças. Os produtos de CogniFit para tratar doenças estão atualmente em processo de validação. Para saber mais, visite a plataforma de pesquisa de CogniFit
  • Acesse os exercícios clínicos para avaliar seu cérebro

  • Estimula múltiplas áreas do cérebro

  • Ajuda a fortalecer as estruturas do cérebro usadas nas principais habilidades cognitivas. Experimente!

Começar Agora
loading

Quais são as diferentes partes do cérebro? O cérebro humano é um dos órgãos mais complexos de nosso corpo. Está composto de diversas partes e estruturas que realizam diferentes funções e trabalham em conjunto através de milhares de conexões que unem o cérebro com o resto do corpo. Abaixo, proporcionaremos uma descrição da estrutura do cérebro, suas diferentes partes e como elas funcionam.

Estrutura do cérebro

O Sistema Nervoso Central está composto pelo encéfalo e a medula espinhal.

  • O encéfalo é a parte central do SNC coberta e protegida pelo crânio.
  • A medula espinhal é um fio longo e esbranquiçado, localizado no canal vertebral e conecta o encéfalo com o resto do corpo. Atua como um tipo de autoestrada de informação entre o encéfalo e o corpo, transmitindo todas as informações proporcionadas pelo cérebro ao resto do corpo.

Poderiamos dizer que o encéfalo humano está dividido em três "cérebros", dependendo do desenvolvimento filogenético:

O ROMBENCÉFALO: É a estrutura mais antiga e menos evoluída dos vertebrados. A estrutura e organização do rombencéfalo é a mais simples. É responsável pelo regulamento das funções básicas que precisamos para sobreviver e pelo controle de nossos movimentos. Se essas estruturas sofrerem lesões, podem causar sérios danos e mesmo a morte. O rombencéfalo está localizado na parte superior direita da medula espinhal e está composto por diferentes estruturas:

  • A medula oblonga: Ajuda a controlar nossas funções automáticas, como respirar, a tensão arterial, a frequência cardíaca, a digestão, etc.
  • A protuberância anular ou pontes É a porção da base do encéfalo localizada entre a medula oblonga e o mesencéfalo. Ela une a medula espinhal e a medula oblonga com as estruturas superiores nos hemisférios do córtex cerebral e/ou do cerebelo. É usada para controlar as funções automáticas do cérebro e tem um papel fundamental nos níveis de estado de vigília e no regulamento da cosnciência e do sono.
  • O cerebelo: Está localizado sob o cérebro, sendo a segunda maior estrutura do encéfalo. Todas as informações recebidas pelo corpo através das diferentes vias sensoriais e motoras do cérebro são integradas no cerebelo, e por isso sua função principal é controlar o movimento. Também ajuda a controlar a postura e o equilíbrio e permite que as pessoas aprendam a se mover, caminhar, andar de bicicleta... As lesões na estrutura geralmente causam problemas de movimento e coordenação, além do controle de posturas e disfunções em alguns dos processos cognitivos superiores.

O MESENCÉFALO: É a estrutura que junta o cérebro posterior e anterior, conduzindo os impulsos motores e sensoriais. Seu bom funcionamento é um pré-requisito para a experiência consciente. Se essa parte do cérebro apresenta danos, eles são responsáveis por alguns problemas de mobilidade, como os tremores, a inflexibilidade os movimentos estranhos...

O PROSENCÉFALO: É a estrutura mais desenvolvida e evoluída do encéfalo, e conta com a organização complexa mais elevada. Está composto por duas partes principais:

  • Diencêfalo: Localizado dentro do cérebro. Está composto por estruturas importantes como o tálamo e o hipotálamo.
  • Tálamo: É similar à estação de retransmissão do cérebro: Transmite a maioria da informação sensorial recebida (auditiva, visual e tátil), permitindo ela ser processada em outras partes do cérebro. Também é usada no controle motor.
  • Hipotálamo: É uma glândula localizada na base do cérebro que faz uma função importante no regulamento dos sentimentos e em muitas outras funções corporais como o apetite, a sede, o sono.
  • Cerebrum: Conhecido informalmente como o cérebro, que cobre todo o córtex cerebral (camada fina de substância cinzenta, com rugas, sulcos e dobras), o hipocampo e os gânglios basais .

Estrutura do cérebro

Anatomia e funções do cérebro

Nesta área, vamos analisar a anatomia do cérebro e as funções de cada estrutura

OS GÂNGLIOS DA BASE: Um grupo de estruturas neurais subcorticais que funcionam para começar e integrar os movimentos. Eles recebem a informação do córtex cerebral e da base do encéfalo, que é processada e projetada no córtex, na medula e na base para coordenar os movimentos. Esse grupo de estruturas neuronais trabalha com o cerebelo para coordenar as habilidades motoras finas. É composto por algumas estruturas:

  • Núcleo caudado, um núcleo com formato em "C" implicado no controle voluntário do movimento, embora também esteja implicado nos processos de aprendizagem e memória.
  • Putâmen
  • Globo pálido
  • Amígdala, que desempenha um papel importante na área dos sentimentos, especialmente em relação ao medo. A amígdala ajuda a armazenar e classificar memórias e sentimentos.

O HIPOCAMPO: Uma pequena estrutura subcortical com formato de cavalo-marinho que tem uma função muito importante na formação da memória, tanto na de classificação quanto na memória a longo prazo.

O CÓRTEX CEREBRAL: Uma camada fina de substância cinzenta com estrias ao redor de si, formando um tipo de protuberância, chamada convoluções, que proporcionam o look enrugado característico ao cérebro. As convoluções são delimitadas por ranhuras ou sulcos cerebrais. As que são muito profundas são chamadas fissuras. O córtex está dividido em dois hemisférios, o direito e o esquerdo, separados pela fissura interhemisférica e unidos por uma estrutura denominada corpo caloso que permite a transmissão entre os dois. Cada hemisfério controla um lado do corpo, mas o controle está invertido: o hemisfério esquerdo controla o lado direito e o hemisfério direito controla o lado esquerdo. Este fenômeno é chamado lateralização cerebral.

CADA HEMISFÉRIO ESTÁ DIVIDIDO EM 4 LOBOS: Esses lobos estão delimitados por 4 sulcos cerebrais (sulco central ou de Rolando, sulco lateral ou de Silvio, sulco parietal-occipital e o sulco cingulado):

  • Lobo frontal: o maior lobo do córtex. Está localizado na parte frontal, logo atrás da testa. Estende-se desde o sulco anterior ao central. É o centro de controle do cérebro. O lobo frontal intervém no planejamento, raciocínio, resolução de problemas, julgamento e controle dos impulsos, além de regular os sentimentos, como a empatia, a generosidade e o comportamento.
  • Lobo temporal: está separado do lobo frontal e parietal pelo sulco lateral e os limites do lobo occipital. É usado no processamento auditivo e da linguagem, além de nas funções da memória e no gerenciamento dos sentimentos.
  • Lobo parietal: está localizado entre o sulco central e o sulco parietal-occipital. Esta parte do cérebro ajuda a processar a dor e a sensação tátil. Também intervém na cognição.
  • Lobo occipital: está delimitado pelos limites posteriores e pelos lobos parietal e temporal. Intervém na percepção e processamento visual. Processa e interpreta tudo o que vemos. O lobo occipital analisa aspectos como o formato, a cor e o movimento para interpretar e tirar conclusões das imagens visuais.
  • Alguns autores falam de um quinto lobo, o lobo límbico: o sistema límbico está composto por várias estruturas, entre as quais está a amígdala, o tálamo, o hipotálamo, o hipocampo, o corpo caloso e muitos outros. O sistema límbico gerencia as respostas fisiológicas para os estímulos emocionais. Está relacionado à memória, atenção, instintos sexuais, personalidade e comportamento.

Referências

Squire, L.R. (1992) Memory and the hippocampus: a synthesis from findings with rats, monkeys and humans. Psychol Rev, 99, pp.195-231.

Miller, E. K. (2000). The prefrontal cortex and cognitive control. Nat Rev Neurosci, 1 (1), 59-65.

Miller, E. K. y Cohen, J. D. (2001). An integrative theory of prefrontal cortex function. Annu Rev Neurosci, 24, 167-202.

Kosslyn, S.M. (1994) Image and brain: thre resolution of the imaginery debate. Cambridge, Mass; MIT Press.

Por favor, escreva o seu endereço de e-mail