Sobre os cookies neste site

Este site usa cookies para melhorar sua experiência on-line. Ao continuar a usar este site sem alterar suas preferências de cookies, consideramos que você está concordando com o uso de cookies. Para mais informações ou para alterar suas preferências de cookies, visite nossa política política de cookies.

Aceitar
Escolha sua plataforma e compre
Experimente grátis por um mês com 10 licenças.
Para que vai ser usada a conta?
Cadastre-se

Por favor, confirme que o uso das avaliações e treinamentos é para você. Você criará uma conta pessoal. Este tipo de conta será especialmente desenvolvida para ajudar você a avaliar e treinar suas habilidades cognitivas

Por favor, confirme que o uso dos treinamentos e avaliações cognitivos é para seus pacientes. Você criará uma conta de gerenciamento de pacientes. Esta conta será especialmente desenvolvida para ajudar os profissionais de saúde (médicos, psicólogos, etc.) com o diagnóstico e tratamento de distúrbios cognitivos.

Confirme que você deseja oferecer treinamento e/ou avaliações cognitivas para sua família ou amigos. Você criará uma conta familiar. Esta conta foi criada para fornecer aos membros de sua família acesso a avaliações e treinamentos de CogniFit.

Por favor, confirme que o uso dos treinamentos e avaliações cognitivos é para os participantes do estudo de pesquisa. Você criará uma conta de pesquisa. Esta conta será especialmente desenvolvida para ajudar os pesquisadores em seus estudos nas áreas cognitivas.

Por favor, confirme que o uso dos treinamentos e avaliações cognitivos é para seus alunos.Você criará uma conta para o gerenciamento dos alunos. Esta conta será desenvolvida para ajudar no diagnóstico e tratamento de distúrbios cognitivos em crianças e jovens estudantes.

Para usuários de 16 anos ou mais. Crianças menores de 16 anos podem usar CogniFit com um dos progenitores em uma das outras plataformas.

loading

Ao se registrar e usar CogniFit, você aceita que leu, entendeu e que está de acordo com as de Uso e a de Privacidade de CogniFit.

corporativelanding_Test_discalculia_social_picture
  • Avaliação cognitiva da discalculia

  • Explore as áreas do cérebro mais associadas à discalculia.

  • Avalie a possível existência de déficits cognitivos

loading

Descrição da Bateria de Avaliação Cognitiva para a discalculia

A Bateria de Avaliação Cognitiva de CogniFit para a discalculia (CAB-DC) é uma ferramenta profissional líder composta por testes clínicos e tarefas validadas, com o objetivo de detectar e avaliar rapidamente os sintomas, traços e disfunções nos processos cognitivos afetados pela discalculia.

Este inovador teste de discalculia on-line é um recurso científico que realiza uma avaliação cognitiva completa, permite conhecer os pontos cognitivos fortes e fracos, e avalia o índice de risco dos usuários de sofrer discalculia, com excelente confiabilidade. Este teste foi criado para crianças de 7 anos ou mais, adolescentes e adultos. Qualquer usuário, tanto particular como profissional, pode usar facilmente esta bateria de avaliação neuropsicológica.

Os resultados da avaliação estão disponíveis automaticamente após a conclusão da avaliação, que geralmente dura cerca de 30-40 minutos.

Este transtorno de aprendizagem implica uma dificuldade de aprendizagem significativa e persistente que afeta as habilidades linguísticas associadas aos cálculos mentais. A história clínica e a avaliação de diferentes áreas, especialmente a neuropsicologia, ainda são as ferramentas mais eficazes para diagnosticar a discalculia. Recomendamos usar este teste de discalculia para complementar um diagnóstico profissional e nunca como substituto de uma consulta clínica.

Protocolo digitalizado para a avaliação da discalculia (CAB-DC)

Esta avaliação cognitiva completa para a detecção da discalculia inclui um questionário e uma bateria completa de testes neuropsicológicos. Normalmente são necessários de 30 a 40 minutos para concluí-la.

A pessoa que faz o teste responderá a um breve questionário, que avaliará os sinais e sintomas clínicos para sua idade. As tarefas cognitivas serão apresentadas imediatamente após, no formato de jogos online simples.

  • QUESTIONÁRIO DE CRITÉRIOS DE DIAGNÓSTICO< strong>: uma série de perguntas simples serão apresentadas na tela para detectar os principais critérios de diagnóstico, sinais e sintomas da discalculia. O questionário se adaptará à idade do usuário e apresentará questões adequadas para cada faixa etária.
  • FATORES NEUROPSICOLÓGICOS E PERFIL COGNITIVO: o CAB-DC continuará com uma bateria de tarefas criadas para avaliar os principais fatores cognitivos afetados por este transtorno de aprendizagem, prestando muita atenção às funções executivas. Este teste usará escalas clínicas e tarefas validadas para a idade de cada usuário.
  • RELATÓRIO COGNITIVO: Depois de concluir a avaliação da discalculia, você receberá automaticamente um relatório detalhado, no qual verá a índice de risco de discalculia (baixo-médio-alto), sinais de alerta, perfil cognitivo, análise de resultados, recomendações e diretrizes. Os resultados oferecem informações valiosas e permitem identificar estratégias de apoio ou recomendações para consultar com um especialista sobre testes mais aprofundados.

Resultados psicométricos

A Bateria de Avaliação Cognitiva de CogniFit para a discalculia (CAB-DC) usa algoritmos patenteados e inteligência artificial (IA), que permite analisar milhares de variáveis ​​e detectar um possível risco de discalculia com resultados psicométricos muito satisfatórios.

O perfil cognitivo do relatório neuropsicológico tem alta confiabilidade, consistência e estabilidade. O teste foi validado com testes repetitivos e processos de medição. Projetos transversais de pesquisa, como o coeficiente Alpha de Cronbach, foram usados e atingiram pontuações de cerca de .9. Os testes testes repetitivos atingiram pontuações de cerca de 1, indicando alta confiabilidade e precisão.

Confira a tabela de validação.

Para quem é?

A Bateria de Avaliação Cognitiva para a discalculia (CAB-DC) pode ser usada com crianças de 7 anos ou mais e adultos que podem ter discalculia.

Qualquer usuário particular ou profissional pode usar essa bateria de avaliação neuropsicológica facilmente, pois nenhum treinamento prévio ou conhecimento especializado em neurociência ou processos tecnológicos é necessário. Foi criada especialmente para:

  • Profissional da saúde: Avalia os pacientes com precisão e proporciona um relatório de resultados completo. A bateria de avaliação neuropsicológica para discalculia de CogniFit permite aos profissionais da saúde detectar, diagnosticar e tratar a discalculia. Detectar os sintomas cognitivos e as disfunções é o primeiro passo na identificação desse transtorno de aprendizagem, além da criação de um tratamento neuropsicológico apropriado. Este poderoso software permite estudar múltiplas variáveis ​​e oferecer relatórios personalizados completos.
  • Escolas e especialistas educacionais : Detecta os alunos que estão em risco de ter discalculia. Ajuda a evitar dificuldades e insucesso escolar. Esta bateria de testes neuropsicológicos permite que professores e educadores, sem treinamento especializado para avaliar objetivamente os alunos e criar resultados personalizados completos, conheçam os pontos cognitivos fortes e fracos de cada aluno. Isso pode ajudar cada aluno a receber a ajuda adicional que precisa de forma individual.
  • Pais, tutores ​​e particulares: Detecta se um ente querido mostra um risco de ter discalculia.: o teste de discalculia de CogniFit é um recurso científico composto por jogos e tarefas online simples e fáceis de usar. Este teste permite que qualquer pessoa avalie os diferentes fatores neuropsicológicos identificados na discalculia, mesmo sem treinamento especializado. O relatório detalhado completo permite você conferir se existe um risco de sofer discalculia e proporciona as diretrizes detalhadas para cada usuário.

Vantagens

Esta ferramenta de suporte tecnológico baseada em metodologia científica para avaliar de maneira rápida e precisa os sintomas, traços, pontos fortes e fracos nos processos cognitivos afetados pela discalculia proporciona uma série de benefícios:

  • FERRAMENTA LÍDER: A Bateria de Avaliação Cognitiva para Discalculia (CAB-DC) é um recurso profissional criado por especialistas em transtornos de aprendizagem e neuropsicologia. Os testes cognitivos de CogniFit foram patenteados e validados cientificamente. Este instrumento líder está sendo usado pela comunidade científica, escolas, universidades, famílias, fundações e centros médicos em todo o mundo.
  • FÁCIL DE USAR: qualquer usuario, seja particular ou profissional (profissional de saúde, professor, etc.) pode usar esta bateria de avaliação neuropsicológica sem treinamento especializado em tecnologia ou neuropsicologia. O formato interativo permite fazer um gerenciamento fácil e rápido de pacientes e usuários.
  • INTUITIVO: todas as tarefas clínicas são apresentadas automaticamente como jogos divertidos e interativos, o que ajuda a aumentar a motivação e aprender, especialmente para as crianças.
  • RESULTADOS DETALHADOS: a Bateria de Avaliação Cognitiva para Discalculia (CAB-DC) oferece feedback rápido e preciso, criando um sistema de análise completo para os resultados. Ela permite compreender os pontos cognitivos fortes e fracos do usuário e conhecer os sintomas clínicos, bem como o índice de risco de discalculia que o usuário apresenta.
  • ANÁLISE E RECOMENDAÇÕES: este poderoso software permite avaliar milhares de recomendações específicas adaptadas às necessidades exclusivas de cada usuário.

Quando deve ser usado este teste de discalculia?

Esta bateria de avaliação permite detectar de forma confiável o risco de que crianças de 7 anos ou mais e adultosapresentem discalculia.

Recomendamos usar este teste com qualquer pessoa que vocêsuspeite que tenha discalculia. A detecção precoce deste transtorno de aprendizagem pode ajudar a minimizar as dificuldades de desenvolvimento e iniciar um programa de tratamento apropriado adequado para cada perfil.

Esta bateria de avaliação também permite aos adultos conhecer seu índice de risco de discalculia. Muitos adultos sofreram discalculia durante a sua vida e nunca tiveram conhecimento da disfunção. E, embora possam ter um QI normal ou mesmo acima da média, podem ter sido considerados estudantes irregulares. Sem a detecção precoce e o gerenciamento adequado desse transtorno de aprendizagem, os adultos com discalculia podem ter dificuldades no entorno profissional ou social.

Confira abaixo alguns dos sintomas mais representativos da discalculia:

  • Dificuldades com cálculos matemáticos: as pessoas com discalculia têm dificuldade em processar a linguagem matemática, o que dificulta processos como adicionar, subtrair, multiplicar e dividir.
  • < li>Dificuldades para identificar símbolos matemáticos: as pessoas com discalculia podem confundir símbolos como "+" ou "-", o que pode criar problemas ao usá-los e aplicá-los em operações matemáticas.
  • Problemas para alinhar operações matemáticas: é comum ter problemas para alterar um problema de matemática escrito verticalmente para um formato horizontal, e viceversa. Com operações como multiplicação ou divisão, alguém com discalculia pode ter problemas para alinhar os números e símbolos corretos para obter a resposta certa.
  • Dificuldades para entender os problemas ditados< strong>: Uma pessoa com discalculia pode apresentar dificuldades para lembrar de informações mencionadas enquanto o problema era ditado, o que pode tornar muito difícil, ou mesmo impossível, escrever e executar corretamente a operação matemática correta. Também é comum ter dificuldade para diferenciar informações relevantes e irrelevantes.
  • Sintomas gerais : Além dos problemas puramente matemáticos, as pessoas com discalculia também podem ter dificuldade para calcular o tempo, se perdendo muitas vezes ou aprensentando uma capacidade de orientação deficiente.

Descrição do questionário e critérios de diagnóstico

A discalculia é caracterizada por uma série de sinais e sintomas clínicos. Esses indicadores podem ajudar você a entender o risco de alguém ter esse transtorno de aprendizagem. É por isso que a primeira parte da bateria de avaliação da discalculia (CAB-DC) é um questionário que inclui perguntas clínicas adaptadas aos critérios de diagnóstico e sintomas da discalculia para cada faixa etária.

As questões aqui apresentadas são semelhantes às de um manual de diagnóstico, questionário clínico ou escalas de avaliação. No entanto, elas foram simplificadas para ser facilmente compreendidas por qualquer usuário.

  • Critérios de diagnóstico para crianças de 7 a 18 anos: Composta por uma série de perguntas simples que devem ser preenchidas por um dos pais ou o profissional responsável pela avaliação. O questionário abordará os seguintes domínios: linguagem matemática (compreensão dos símbolos matemáticos, seu significado e representação), raciocínio matemático (pensamento numérico, resolução de problemas, lógica, etc.), relações sociais (causadas pela frustração ou a frustração que esses de matemática possam ter causado), aprendizagem e desenvolvimento (a discalculia está relacionada a diferentes fatores familiares e de desenvolvimento).
  • Critérios de diagnóstico para adultos: uma série de perguntas simples que podem ser preenchidas pelo profissional encarregado da avaliação ou pela pessoa que faz o teste. O questionário abordará os seguintes domínios: linguagem matemática (compreensão dos símbolos matemáticos, seu significado e representação), raciocínio matemático (pensamento numérico, resolução de problemas, lógica, etc.), história acadêmica (devido à relação entre discalculia e insucesso escolar), áreas profissionais e sociais (dificuldades com o vínculo de cálculos e vida cotidiana)

Descrição da bateria para avaliar os fatores neuropsicológicos afetados pela discalculia

A presença de alterações em algumas habilidades cognitivas específicas podem ser indicadores de discalculia. Um perfil geral das habilidades cognitivas pode indicar quão graves são as alterações.

Os problemas com cálculos, dificuldades acadêmicas e problemas sociais e emocionais podem ser causados pela presença de déficits em diferentes habilidades cognitivas. Estes são os domínios e as habilidades cognitivas avaliadas no teste de discalculia (CAB-DC):

: capacidade de filtrar distrações e se concentrar em informações relevantes.

  • Atenção dividida: Atenção dividida e discalculia. A atenção dividida é a capacidade de prestar atenção a mais de um estímulo ou atividade ao mesmo tempo. As pessoas com alterações na atenção dividida usam mais recursos cognitivos ao executar duas ou mais tarefas por vez, o que dificultaria ouvir um professor e copiar um problema de matemática.
  • Atenção focada: Atenção focada e discalculia. Atenção focada é a capacidade de focar a atenção em um estímulo alvo, independentemente de por quanto tempo. Usamos a atenção focada na aula ou ao fazer o dever de casa. Quando a pessoa está distraída, é possível perder informações importantes, o que torna mais difícil realizar equações matemáticas corretamente.

PERCEPÇÃO: Capacidade de interpretar os estímulos do entorno.

  • Reconhecimento: Reconhecimento e discalculia. O reconhecimento é a capacidade do cérebro de identificar um estímulo percebido anteriormente. Isso permite comparar a informação atual com as informações armazenadas na memória. Ter uma capacidade de reconhecimento deficiente pode dificultar a recuperação de informações de um problema de matemática ou lembrar de uma fórmula.

MEMÓRIA: Capacidade de reter ou usar novas informações e recuperar lembranças do passado.

  • Memória operacional: Memória operacional e discalculia. É importante ter em mente que uma alteração na memória operacional pode ser um forte indicador de discalculia. Memória operacional é a capacidade de reter e usar as informações necessárias para realizar tarefas cognitivas complexas, como operações matemáticas. Ter uma memória operacional deficiente pode tornar difícil fazer problemas de matemática complexos e simples.
  • Memória de curto prazo : Memória de curto prazo e discalculia. As pessoas com discalculia podem sofrer alterações nesta habilidade cognitiva. A memória de curto prazo é a capacidade de reter um pouco de informação por um curto período de tempo, como quando você precisa lembrar como calculou uma gorjeta em um restaurante. Um problema na memória de curto prazo pode impedir a capacidade de resolver corretamente problemas de matemática.

LINGUAGEM: A capacidade de compreender e expressar informações verbais (escritas ou faladas).

  • Nomeação: Nomeação e discalculia. Nomear é a capacidade de acessar uma palavra do seu vocabulário para designar um conceito específico. Uma alteração na nomeação pode causar dificuldades no gerenciamento da linguagem matemática.

FUNÇÕES EXECUTIVAS E RACIOCÍNIO: Capacidade de usar eficientemente (organizar, relacionar, etc.) informações adquiridas.

  • Planejamento Planejamento e discalculia. O planejamento é a capacidade de organizar mentalmente o melhor dia para alcançar um objetivo futuro específico, como quando você precisa organizar como resolver um problema de matemática com a maior facilidade possível. Pessoas com alterações no planejamento podem ter dificuldade para resolver problemas ou cálculos complexos.
  • Velocidade de processamento: Velocidade de processamento cognitivo e discálcula. A velocidade de processamento é a capacidade de processar informações de forma rápida e automática. As pessoas com alterações na velocidade de processamento podem levar mais tempo para entender e completar os problemas de matemática. O processamento auditivo e verbal lento pode causar problemas ao decodificar números, letras, palavras e frases.

COORDENAÇÃO: Capacidade de realizar movimentos precisos e organizados de forma eficiente.

  • Tempo de Reação: Tempo de reação e discalculia. O tempo de reação é a capacidade de perceber, processar e responder a um estímulo simples, como resolver de forma rápida e eficiente uma simples equação matemática. As pessoas com tempo de resposta lento muitas vezes têm dificuldade em resolver problemas de matemática facilmente e fluidamente.

Tarefas de avaliação

Este recurso científico multidimensional inclui várias tarefas de avaliação. EIS alguns exemplos:

  • Teste de decodificação VIPER-NAM: Este teste de avaliação integrou noções do teste clássico de Korkman, Kirk e Kemp de 1998 (NEPSY). Ele avalia a nomeação, o tempo de resposta e a velocidade de processamento, medindo os recursos cognitivos utilizados para decodificar, reconhecer e entender os estímulos de forma eficiente.
  • Teste de identificação COM-NAM: Esta tarefa foi inspirada no clássico teste NEPSY e no Test of Memory Malingering (TOMM). Permite observar como a pessoa organiza e planeja uma ação. Ele mede a capacidade do usuário de identificar e classificar a informação em sua memória.
  • Teste de Sequência WOM-ASM: Este exercício foi baseado no clássico Conners (CPT) e no teste de dígitos diretos e indiretos da Wechsler Memory Scale (WMS). Este teste avalia a capacidade do usuário de armazenar e usar temporariamente as informações que uma pessoa tem ao fazer tarefas complexas, como a compreensão ou o raciocínio da linguagem.
  • Teste de concentração VISMEN-PLAN: esta tarefa de avaliação foi inspirada no teste de dígitos diretos e indiretos da Weschler Memory Scale (WMS), no clássico Test of Memory Malingering (TOMM) e no clássico teste Tower of London (TOL), que permite avaliar o planejamento, a memória visual memória de curto prazo, o tempo de resposta, a memória operacional e a velocidade de processamento, entre outros.

A discalculia dificulta a compreensão e realização das operações matemáticas. Os estudos de neuroimagem mostraram consistentemente a estreita relação entre a discalculia e certas áreas do cérebro. Algumas das áreas cerebrais mais afetadas pela discalculia são:

A discalculia dificulta a compreensão e realização das operações matemáticas. Os estudos de neuroimagem mostraram consistentemente a estreita relação entre a discalculia e certas áreas do cérebro. Algumas das áreas mais afetadas do cérebro em discalculia são:

Sulco intraparietal: Estudos recentes mostraram que o sulco intraparietal, especialmente no hemisfério direito, é uma das estruturas cerebrais que mostra anomalias em pessoas com discalculia. Este sulco intraparietal direito é crucial para o processamento correto de informações numéricas.

Lobo frontal: O lobo frontal, especialmente a parte dorsolateral pré-frontal, está estreitamente relacionado às funções executivas, como o planejamento ou a memória operacional, ambas necessárias para realizar cálculos e resolver problemas matemáticos. A discalculia também pode causar uma alteração nas habilidades cognitivas relacionadas a esta área do cérebro.

Atendimento ao cliente

Se você tiver alguma dúvida sobre o funcionamento do cérebro ou como interpretar os resultados da Bateria de Avaliação Cognitiva para a discalculia, entre em contato com um membro da nossa equipe. Nossos profissionais e especialistas qualificados responderão suas perguntas e ajudarão com o que você precisar.

Referências

Horowitz-Kraus T, Breznitz Z. - Can the error detection mechanism benefit from training the working memory? A comparison between dyslexics and controls- an ERP study - PLoS ONE 2009; 4:7141.

Peretz C, Korczyn AD, Shatil E, Aharonson V, Birnboim S, Giladi N. - Computer-Based, Personalized Cognitive Training versus Classical Computer Games: A Randomized Double-Blind Prospective Trial of Cognitive Stimulation - Neuroepidemiology 2011; 36:91-9.

Thompson HJ, Demiris G, Rue T, Shatil E, Wilamowska K, Zaslavsky O, Reeder B. - Telemedicine Journal and E-health Date and Volume: 2011 Dec;17(10):794-800. Epub 2011 Oct 19.

Preiss M, Shatil E, Cermakova R, Cimermannova D, Flesher I (2013) Personalized cognitive training in unipolar and bipolar disorder: a study of cognitive functioning. Frontiers in Human Neuroscience doi: 10.3389/fnhum.2013.00108.

Conners, C. K. (1989). Manual for Conners’ rating scales. North Tonawanda, NY: Multi-Health Systems.

Wechsler, D. (1945). A standardized memory scale for clinical use. The Journal of Psychology: Interdisciplinary and Applied, 19(1), 87-95

ombaugh, T. N. (1996). Test of memory malingering: TOMM. North Tonawanda, NY: Multi-Health Systems.

Stroop, J. R (1935). Studies of interference in serial verbal reactions. Journal of experimental psychology, 18(6), 643.

Hooper, E. H. (1983). Hooper visual organization test (VOT).

Por favor, escreva o seu endereço de e-mail