Sobre os cookies neste site

Este site usa cookies para melhorar sua experiência on-line. Ao continuar a usar este site sem alterar suas preferências de cookies, consideramos que você está concordando com o uso de cookies. Para mais informações ou para alterar suas preferências de cookies, visite nossa política política de cookies.

Aceitar
Escolha sua plataforma e compre
Experimente grátis por um mês com 10 licenças.
Para que vai ser usada a conta?
Bem-vindo à CogniFit! Bem-vindo(a) à plataforma de pesquisa de CogniFit! CogniFit Healthcare

Cadastre seu e-mail abaixo para começar a cuidar do seu cérebro.

Você vai criar uma conta de gestão de pacientes. Esta conta foi projetada para dar aos seus pacientes acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit.

Você vai criar uma conta de pesquisa. Esta conta foi especialmente projetada para ajudar pesquisadores em seus estudos nas áreas cognitivas.

Você vai criar uma conta de gestão de alunos. Esta conta foi projetada para dar aos seus alunos acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit.

Você vai criar uma conta familiar. Esta conta foi projetada para dar aos membros de sua família acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit.

Você vai criar uma conta pessoal. Este tipo de conta foi especialmente projetada para ajudar você a avaliar e treinar suas habilidades cognitivas.

Você vai criar uma conta de gestão de pacientes. Esta conta foi projetada para dar aos seus pacientes acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit.

Você vai criar uma conta familiar. Esta conta foi projetada para dar aos membros de sua família acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit.

Você vai criar uma conta de pesquisa. Esta conta foi especialmente projetada para ajudar pesquisadores em seus estudos nas áreas cognitivas.

Você vai criar uma conta de gestão de alunos. Esta conta foi projetada para dar aos seus alunos acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit.

loading

Para usuários a partir de 16 anos. Crianças menores de 16 anos podem usar CogniFit com um dos progenitores em uma das plataformas para famílias.

Ao se registrar e usar CogniFit, você aceita que leu, entendeu e que está de acordo com as de Uso e a de Privacidade de CogniFit.

Habilidades cognitivas
Consistência interna
Confiabilidade teste-reteste
Reação a mudança
0,726
0,842
Atenção Dividida
0,866
0,85
Campo visual
0,806
0,998
Coordenação Olho-mão
0,779
0,876
Denominação
0,687
0,782
Atenção focada
1
0,905
Exploração Visual
0,862
0,922
Estimativa
0,761
0,986
Inibição
0,661
0,697
Memória fonológica de curto prazo
0,915
0,698
Memória Contextual
0,884
0,775
Memória Visual a Curto Prazo
0,866
0,743
Memória a Curto Prazo
0,853
0,721
Memória de Trabalho
0,85
0,696
Memória não verbal
0,787
0,73
Percepção Espacial
0,611
0,907
Percepção Visual
0,751
0,882
Percepção auditiva
0,652
0,904
Planejamento
0,765
0,826
Reconhecimento
0,864
0,771
Tempo de Resposta
0,873
0,821
Velocidade de Processamento
0,888
0,764
Avaliação Cognitiva para o Estudo da Dislexia (CAB-DX)

Análise de confiabilidade da avaliação(Apenas em Inglês)Descarregar

Avaliação Cognitiva para o Estudo da Dislexia (CAB-DX)

O inovador teste de dislexia online permite fazer uma avaliação cognitiva completa e analisar o índice de risco de sofrer dislexia.

Para quem é?

Este produto não está à venda. Este produto é apenas para fins de pesquisa. Para obter mais informações, confira a Plataforma de pesquisa de CogniFit

Multi-plataforma

Avaliação Cognitiva para o Estudo da Dislexia (CAB-DX)

Você vai criar uma conta de gestão de pacientes. Esta conta foi projetada para dar aos seus pacientes acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit.

Você vai criar uma conta de gestão de alunos. Esta conta foi projetada para dar aos seus alunos acesso às avaliações e programas de treinamento de CogniFit.

Você vai criar uma conta de pesquisa. Esta conta foi especialmente projetada para ajudar pesquisadores em seus estudos nas áreas cognitivas.

-
+
Número de avaliações*

* As licenças de avaliação podem ser usadas para qualquer tipo de avaliação

 

Bateria de avaliação cognitiva para avaliar e detectar a dislexia

Bateria de avaliação cognitiva para avaliar e detectar a dislexia

  • Avalia o índice de risco da presença de dislexia
  • Para crianças com mais de 7 anos, adolescentes e adultos
  • O teste dura cerca de 30-40 minutos
  • Análise de confiabilidade da avaliação - Apenas em Inglês Descarregar

A Avaliação Cognitiva para Pacientes com Dislexia (CAB-DX) é uma ferramenta profissional líder composta de uma bateria de tarefas para detectar e avaliar rapidamente a presença de sintomas, traços ou disfunções dos processos cognitivos afetados pela dislexia.

A dislexia tende a ser subdiagnosticada. Contudo, esse distúrbio de aprendizagem cria dificuldades significativas e persistentes que afetam as habilidades linguísticas associadas à leitura e escrita. Um teste neuropsicológico, a história clínica e a avaliação das diferentes áreas da dislexia continuam sendo as ferramentas mais eficazes para diagnosticar esse distúrbio. Observe que CogniFit não oferece diretamente um diagnóstico médico de dislexia. Este teste cognitivo completo de dislexia deve ser usado para complementar um diagnóstico profissional, e nunca para substituir uma consulta clínica.

Este inovador teste de dislexia on-line é um recurso que permite realizar uma avaliação cognitiva completa, analisar os pontos cognitivos fortes e fracos e medir o índice de risco de sofrer de dislexia. O teste é indicado para crianças a partir de 7 anos, adolescentes e adultos. Qualquer usuário profissional ou particular pode usar facilmente esta avaliação de dislexia on-line.

A execução deste teste cognitivo de dislexia leva cerca de 30 a 40 minutos, e um relatório de resultados pode ser baixado automaticamente após a conclusão da avaliação.

Protocolo digitalizado para a avaliação da dislexia (CAB-DX)

Protocolo digitalizado para a avaliação da dislexia (CAB-DX)

Esta avaliação cognitiva completa para detectar a dislexia inclui um questionário e uma bateria completa de testes neuropsicológicos. São necessários cerca de 30-40 minutos para concluí-la.

A pessoa que faz o teste preencherá o questionário inicial, criado para avaliar os sinais e sintomas da dislexia apropriados para a idade do usuário. Após o questionário, o usuário realizará as tarefas, apresentadas como simples jogos online.

Questionário de critérios de diagnóstico

Uma série de perguntas para detectar os principais critérios de diagnóstico e sintomas de dislexia serão apresentadas ao usuário, com perguntas adaptadas à idade dele.

Fatores neuropsicológicos e perfil cognitivo

A avaliação continua com uma bateria de tarefas criadas para avaliar os principais fatores neuropsicológicos identificados na literatura científica em torno desse transtorno de aprendizagem, prestando muita atenção às funções executivas.

Relatório de resultados abrangente

Após concluir o teste de dislexia, você receberá um relatório detalhado, no qual verá o índice de risco para dislexia (baixo-médio-alto), os sinais e sintomas de alerta, perfil cognitivo, análise de resultados e recomendações. Esses resultados oferecem informações valiosas para identificar estratégias de apoio ou para que um especialista possa fazer um diagnóstico mais preciso.

Resultados psicométricos

Resultados psicométricos

A Avaliação Cognitiva para Pacientes com Dislexia (CAB-DX) usa algoritmos patenteados e inteligência artificial (IA), que permitem analisar milhares de variáveis ​​e notificar os usuários sobre um risco de dislexia com resultados psicométricos muito satisfatórios.

O relatório neuropsicológico cognitivo tem alta confiabilidade, consistência e estabilidade. A avaliação foi validada por testes repetidos e processos de medição. Projetos transversais de pesquisa foram usados, como o coeficiente Alpha de Cronbach, atingindo pontuações de cerca de 0,9. Os testes repetidos obtiveram pontuações de quase 1, indicando a alta confiabilidade e precisão que esta bateria oferece.

Ver a tabela de validação

Para quem é?

Para quem é?

A Avaliação Cognitiva para Pacientes com Dislexia (CAB-DX) pode ser usada por crianças a partir de 7 anos e adultos suspeitos de ter dislexia.

Qualquer usuário profissional ou particular pode usar facilmente esta avaliação de dislexia on-line. Não é necessário fazer nenhum treinamento nem ter habilidades especiais para usar este programa profissional on-line. Ele foi criado especialmente para:

Usuários individuais

Compreender a função cerebral e os pontos cognitivos fortes e fracos

Com a bateria de avaliação cognitiva de CogniFit para a dislexia, poderemos conhecer o estado de nossas habilidades cognitivas relacionadas a esse distúrbio e conferir se nossos sintomas relacionados representam um índice de risco de dislexia com base em nossa idade.

Profissionais da saúde

Avalia os pacientes com precisão e proporciona um relatório completo

A bateria de avaliação neuropsicológica da CogniFit para a dislexia permite aos profissionais da saúde detectar, diagnosticar e criar um tratamento apropriado para a dislexia. Detectar os sintomas e disfunções cognitivos é o primeiro passo para a identificação da dislexia e a orientação de um tratamento neuropsicológico adequado. Este poderoso software permite administrar pacientes, estudar múltiplas variáveis ​​e oferecer relatórios completos e personalizados.

Escolas e especialistas em educação

Detecta quais estudantes estão em risco de dislexia. Ajuda a evitar dificuldades acadêmicas

Esta bateria de testes neuropsicológicos permite aos profissionais e educadores não especializados avaliar objetivamente os alunos e criar relatórios personalizados completos, o que permite conhecer as forças e fraquezas e detectar rapidamente os alunos em risco de dislexia que talvez precisem ser diagnosticados individualmente para criar o tratamento adequado.

Pais, cuidadores e usuários individuais

Identifica se os membros da sua família apresentam risco de dislexia

O teste de dislexia de CogniFit é um recurso científico que inclui tarefas simples e atraentes e testes que podem ser feitos online. Permite qualquer pessoa, sem treinamento especializado, avaliar os diferentes fatores neuropsicológicos identificados na dislexia. O sistema de resultados completo permite identificar um risco de dislexia e detalhar um plano de ação para cada caso.

Pesquisadores

Medir as habilidades cognitivas dos participantes do estudo

A Avaliação Cognitiva para Pacientes com Dislexia (CAB-DX) nos permite avaliar de maneira simples e precisa as habilidades cognitivas relacionadas a esse distúrbio de aprendizagem da leitura. A maneira como o teste é aplicado o torna conveniente para ser usado em pesquisas científicas.

Vantagens

Vantagens

Usar esta plataforma de apoio baseada na tecnologia para avaliar de forma rápida e precisa a presença de sintomas, fraquezas, pontos fortes, traços e o mau funcionamento dos processos cognitivos afetados pela dislexia oferece múltiplos benefícios:

RECURSO LÍDER

A Avaliação Cognitiva para Pacientes com Dislexia (CAB-DX) é um recurso profissional criado por especialistas em transtornos de aprendizagem e neuropsicologia. Os testes cognitivos incluídos nesta bateria foram patenteados. Esta ferramenta líder é usada pela comunidade científica, escolas, universidades, famílias, fundações e centros médicos em todo o mundo.

FÁCIL DE USAR

Qualquer usuário particular ou profissional (profissional da saúde, professor, etc.) pode usar pessoalmente essa bateria neuropsicológica sem necessidade de treinamento especial ou conhecimento em neurociência ou tecnologia. O formato interativo oferece um uso simples e efetivo das plataformas.

INTUITIVO

Todas as tarefas clínicas são apresentadas como jogos cerebrais divertidos e interativos, facilitando para todos, especialmente para as crianças, compreender e aprender melhor.

RELATÓRIO DE RESULTADOS DETALHADO

A Avaliação Cognitiva para Pacientes com Dislexia (CAB-DX) fornece feedback rápido e preciso, criando um sistema completo para analisar os resultados. Isso permite reconhecer e compreender os sintomas clínicos, os pontos fortes e fracos e o índice de risco.

ANÁLISES E RECOMENDAÇÕES

Este poderoso software permite analisar milhares de variáveis ​​e oferecer recomendações específicas adaptadas a cada usuário.

Quando você deve usar este teste de dislexia?

Quando você deve usar este teste de dislexia?

Com esta bateria de avaliação, é possível detectar de forma confiável o índice de risco de dislexia de um usuário em crianças de 7 anos ou mais.

Se você acha que alguém pode ter dislexia, recomendamos usar esta avaliação o mais breve possível para iniciar o tratamento cognitivo adequado. Uma detecção precoce permite minimizar as dificuldades de desenvolvimento associadas à dislexia e começar a treinar e melhorar as áreas afetadas por ela.

Esta bateria de avaliação para dislexia também permite que os adultos compreendam seu índice de risco para dislexia. Muitos adultos sofreram dislexia e dificuldades de leitura durante toda a vida porque nunca foram diagnosticados com este transtorno de aprendizagem. Embora essas pessoas tenham um QI médio, ou mesmo superior, podem ter tido problemas importantes como estudantes. Sem uma detecção precoce e as ferramentas adequadas, a dislexia pode afetar a vida profissional e social de uma pessoa.

Confira abaixo alguns dos sintomas mais característicos da dislexia :

Subtipos de dislexia
Sintomas mais representativos
Descrição
Dificuldades de escrita
Dificuldades de leitura
Dificuldade para planejar tarefas
Problemas com a coordenação motora e orientação espacial.
Dificuldades em entornos profissionais e sociais

Dificuldades de escrita

As pessoas com dislexia muitas vezes têm problemas para processar corretamente os símbolos usados ​​na escrita. Elas têm dificuldade para escrever palavras e expressar ideias ao escrever, e podem entender algo ou alguém perfeitamente quando apresentado oralmente, mas têm dificuldade para tomar notas na aula. Crianças e adultos com dislexia podem ter uma caligrafia irregular ou ilegível, e problemas ao escrever palavras semelhantes, como "mãe" e "mão".

Dificuldades de leitura

Pessoas com dislexia muitas vezes têm problemas para descodificar informações, razão pela qual a leitura é tão difícil. Muitas vezes, leem lentamente e dificilmente entendem o significado de um texto escrito, além de ter dificuldade para memorizar ou armazenar as informações lidas. As pessoas com dislexia geralmente não têm muito interesse na leitura, pela dificuldade adicional que ela representa.

Dificuldade para planejar tarefas

As dificuldades com o desenvolvimento das funções executivas são uma das características mais recorrentes da dislexia. Isso significa que qualquer tarefa que requer planejamento pode ser um desafio para alguém com esse transtorno de aprendizagem. As funções executivas são um conjunto de habilidades cognitivas complexas que permitem planear qualquer tarefa e dividi-la em etapas (analisar a tarefa, entender o que você precisa fazer, organizar, determinar quanto tempo levará realizá-la, estruturar o trabalho, avaliar as ações e ajustá-las conforme necessário).

Problemas com a coordenação motora e orientação espacial.

Algumas pessoas com dislexia têm dificuldade com a coordenação motora e para distinguir entre a direita e a esquerda, acima e abaixo, na frente e atrás, etc. Este problema pode causar uma certa falta de jeito na vida cotidiana ou perder coisas com mais freqüência. Por exemplo, as pessoas com dislexia podem ter dificuldade ao praticar esportes ou andar de bicicleta.

Dificuldades em entornos profissionais e sociais

As dificuldades de leitura e escrita causadas pela dislexia começam na infância e se tornam cada vez mais evidentes à medida que os desafios acadêmicos aumentam. Existe uma estreita relação entre a dificuldade acadêmica e a dislexia, pois alguém com dislexia pode ser rotulado como um estudante "preguiçoso" devido às dificuldades que enfrenta. Os adultos com dislexia podem continuar a ter problemas em seu âmbito profissional.

Descrição do questionário de critérios de diagnóstico

Descrição do questionário de critérios de diagnóstico

A dislexia é caracterizada por uma série de sinais e sintomas clínicos. Esses indicadores podem ajudar você a entender a possível presença de dislexia, razão pela qual a avaliação da dislexia ajusta o questionário para se adaptar aos sintomas e critérios de diagnóstico específicos de cada usuário para sua idade.

As questões apresentadas aqui são semelhantes às que você pode encontrar em um manual de diagnóstico, questionário ou escalas de avaliação clínicas. No entanto, elas foram simplificadas para serem compreendidas e respondidas pela maioria das pessoas.

É composta por uma série de perguntas simples que podem ser preenchidas pelo próprio usuário ou pelo profissional encarregado da avaliação. O questionário inclui perguntas sobre as seguintes áreas: dificuldades de leitura e escrita (problemas para ler e escrever), dificuldades para aprender e se desenvolver (desempenho académico deficiente) e problemas de psicomotricidade e outras habilidades.

Descrição dos fatores neuropsicológicos afetados pela dislexia

Descrição dos fatores neuropsicológicos afetados pela dislexia

A detecção de alterações em algumas habilidades cognitivas podem ser um indicador de dislexia. Um perfil geral das habilidades cognitivas do usuário pode indicar a gravidade das alterações causadas pela dislexia.

Os problemas de leitura e escrita, de habilidades espaciais e motoras ou de socialização e relações sociais podem ser causados ​​por déficits em diferentes habilidades cognitivas. Estas são as habilidades cognitivas e as áreas avaliadas pela Bateria de Avaliação Cognitiva para Pacientes com Dislexia (CAB-DX):

Áreas cognitivas avaliadas
Habilidades cognitivas

Atenção

Capacidade de filtrar distrações e se concentrar em informações relevantes.

Excelente

8.4% acima da média

Atenção Dividida

Atenção dividida e dislexia. Atenção dividida é a capacidade de prestar atenção a mais de um estímulo ao mesmo tempo, como quando você ouve o professor enquanto escreve notas. As pessoas que apresentam alterações na atenção dividida usam mais recursos cognitivos ao realizar duas ou mais tarefas simultaneamente, o que dificulta ouvir uma palestra e tomar notas.

484Sua pontuação

400Média

Atenção focada

Atenção focada e dislexia. Atenção focada é a capacidade de prestar atenção a um estímulo-alvo, independentemente da duração. Você pode usar atenção focada ao participar de uma aula ou ler um livro. Quando você se distrai, tem mais chances de perder informações importantes, o que pode afetar a compreensão e o aprendizado. Crianças e adultos com dislexia podem ter dificuldades em prestar atenção aos estímulos presentes.

556Sua pontuação

400Média

Memória

Capacidade de reter ou manipular novas informações e recuperar lembranças do passado.

Excelente

8.3% acima da média

Memória a Curto Prazo

Memória de curto prazo e dislexia. As pessoas com dislexia podem ter alterações nessa habilidade cognitiva. Memória de curto prazo é a capacidade de reter uma pequena informação durante um curto período de tempo, como lembrar do início de uma frase para entender todo o conteúdo dela. Um déficit na memória de curto prazo pode impedir a capacidade de entender o que está sendo dito, pois as informações não são processadas corretamente.

738Sua pontuação

400Média

Memória Visual a Curto Prazo

Memória visual de curto prazo e dislexia. Memória visual de curto prazo é a capacidade de reter uma pequena quantidade de informações visuais por um curto período de tempo, como letras, palavras, etc. Um déficit na memória visual de curto prazo pode impedir que alguém entenda textos escritos, pois seria difícil lembrar o início de uma frase.

476Sua pontuação

400Média

Memória de Trabalho

Memória operacional e dislexia. É importante ter em mente que uma alteração na memória operacional pode ser um forte indicador de dislexia. Memória operacional é a capacidade de reter e usar as informações necessárias para concluir tarefas cognitivas complexas, como compreensão de linguagem, aprendizado ou raciocínio. Um déficit na memória operacional pode implicar dificuldades ao entender a linguagem escrita ou falada.

646Sua pontuação

400Média

Coordenação

Capacidade de realizar com eficiência movimentos precisos e organizados.

Excelente

8.2% acima da média

Tempo de Resposta

Tempo de resposta e dislexia. Tempo de resposta é a capacidade de perceber, processar e responder a um estímulo simples, como contestar com rapidez e eficiência a uma pergunta específica. As pessoas que possuem um tempo de reação lento geralmente têm mais problemas para escrever de forma rápida e fluida.

746Sua pontuação

400Média

Percepção

Capacidade de interpretar os estímulos do ambiente.

Excelente

7.9% acima da média

Exploração Visual

Exploração visual e dislexia. Exploração visual é a capacidade de procurar de maneira ativa e eficiente estímulos relevantes no ambiente usando a visão, como detectar a pontuação e as letras ao ler. Um déficit na exploração visual pode interferir na detecção dos traços distintivos de letras diferentes (b e d, por exemplo), afetando a compreensão.

464Sua pontuação

400Média

Raciocínio

Capacidade de usar com eficiência (organizar, relacionar, etc.) informações adquiridas.

Excelente

7.8% acima da média

Planejamento

Planejamento e dislexia. Planejamento é a capacidade de organizar mentalmente a melhor maneira de atingir um objetivo futuro específico, como quando você pensa em contar uma história para seus amigos mais tarde. As pessoas com pouca capacidade de planejamento podem ter mais dificuldade em planificar discursos, textos escritos ou ideias lidas.

624Sua pontuação

400Média

Velocidade de Processamento

Velocidade de processamento cognitivo e dislexia. A velocidade de processamento é a capacidade de processar informações de forma rápida e automática. As pessoas com alterações na velocidade de processamento precisam de mais tempo para entender o que leem e o que querem escrever ou explicar. O processamento auditivo e verbal lento pode causar problemas ao decodificar letras, palavras e frases.

630Sua pontuação

400Média

Idioma

Capacidade de entender e expressar informações verbais (faladas, escritas, etc.).

Excelente

7.7% acima da média

Denominação

Nomeação e dislexia. Nomear é a capacidade de acessar uma palavra do seu vocabulário para referir-se a um determinado conceito, como quando você é capaz de lembrar facilmente o nome da sua rua. Uma alteração na capacidade de nomeação pode fazer com que as pessoas usem "marcadores conversacionais" ou causar problemas na compreensão da leitura.

661Sua pontuação

400Média

Tarefas de avaliação

Nossas avaliações cognitivas digitais

Os testes digitais CogniFit são projetados para medir áreas específicas de cognição e são agrupados para formar baterias personalizadas com base nos requisitos exclusivos do desenho do estudo e da população. Saiba mais sobre nossos diferentes testes e como eles podem atender às necessidades exclusivas de seu estudo explorando os detalhes e demonstrações abaixo.

O Retângulo Teste de Exploração de Velocidade REST-HECOOR

Este exercício foi inspirado no teste Variables of Attention (TOVA) e na Hooper Visual Organisation Task (VOT). O teste de exploração de velocidade REST-HECOOR é um recurso profissional criado para examinar as habilidades de velocidade de processamento e tempo de reação.

Círculos e Hexágonos Teste de resolução REST-SPER

Este exercício foi inspirado no clássico Test of Variables of Attention (TOVA) e na Hooper Visual Organization Task (VOT) de Hooper. Ele permite avaliar a velocidade visual e a concentração. O profissional poderá observar como a pessoa faz a tarefa de acordo com a habilidade visual-motora.

Círculos Brilhantes Teste de Concentração VISMEN-PLAN

Esta tarefa de avaliação é inspirada no teste de dígitos diretos e indiretos da Wechsler Memory Scale (WMS), o clássico Memory Malingering Test (TOMM) e o clássico Tower of London (TOL), permitindo medir a capacidade de planejamento, memória visual, memória de curto prazo, tempo de resposta, memória operacional e velocidade de processamento, entre outras.

As Letras Teste de Decodificação VIPER-NAM

Esta tarefa de avaliação integra noções do clássico teste de Korkman, Kirk e Kemp de 1998 (NEPSY). Ela mede a capacidade de nomeação, tempo de resposta e velocidade de processamento, medindo o número de recursos cognitivos que o usuário aloca para o exercício de decodificação, reconhecendo e compreendendo estímulos de forma eficiente.

Objetos Vistos ou Ouvidos Antes Teste de Identificação COM-NAM

O teste de identificação COM-NAM é baseado nos clássicos testes NEPSY e TOMM. Com este teste, é observado o nível de confluência e classificação de estímulos na memória. Além disso, ele permite analisar como o usuário detecta e reage o mais rápido possível.

Os Números Teste de Sequenciamento WOM-ASM

O Teste de Sequenciamento WOM-ASM foi baseado no clássico teste de Conners (CPT) e na Wecshler Memory Scale (WMS) de dígitos diretos e indiretos. Usando esses testes, podemos observar a capacidade de armazenamento temporário e, acima de tudo, a capacidade de manipular informações para realizar tarefas cognitivas superiores, como a compreensão ou a compreensão da linguagem.

Cores e Palavras Teste de Equivalências INH-REST

O Teste de Equivalências INH-REST é baseado no clássico teste Stroop. Este teste avalia a capacidade do usuário de discernir entre duas tarefas ao mesmo tempo, concentrando-se na tarefa principal e ignorando as menos importantes. O exercício ajudará a ativar duas partes do cérebro simultaneamente, desenvolvendo as duas partes usadas no processo. Como o usuário precisará atender a mais de um estímulo por vez, o teste exigirá concentração e foco.

A Bola e as Cores Teste de Simultaneidade DIAT-SHIF

O Teste de Simultaneidade DIAT-SHIF deriva do clássico teste Stroop. Essa avaliação cognitiva mede a capacidade de um indivíduo de prestar atenção de forma eficiente a dois estímulos simultaneamente. Em um dos estímulos, o usuário deve alterar sua estratégia e oferecer novas soluções, enquanto o outro estímulo testará a capacidade visual e de monitoramento ao mesmo tempo.

O cérebro e a dislexia

O cérebro e a dislexia

A dislexia afeta 10% da população mundial, dificultando a leitura, a escrita e, em geral, a decodificação fluente de qualquer símbolo alfabético. Existem cerca de 700 milhões de crianças e adultos com este transtorno. Felizmente, os avanços tecnológicos em neuroimagem tornam possível conhecer cada vez mais sobre as áreas cerebrais afetadas pela dislexia. Algumas das estruturas cerebrais mais envolvidas nesta dificuldade de aprendizagem com predominância de leitura e escrita são:

1 Rotação angular e rotação supramarginal

Constituem uma área associativa multimodal localizada na área parieto-temporal que recebe informação auditiva visual e somatossensorial. Nessas regiões, os neurônios são especificamente orientados para processar os aspectos fonológicos e semânticos da linguagem que nos permitem identificar e categorizar palavras.

2 Área de Wernicke

Está localizado na zona posterior ao córtex auditivo primário, perto do início do sulco lateral do hemisfério esquerdo. Esta área pertence ao cortex de associação e nos permite dar sentido às coisas que lemos ou ouvimos.

3 Área de Broca

Localizada no giro frontal inferior esquerdo, ela desempenha um papel na articulação das palavras, tanto interna como externamente, envolvidas no processamento de palavras na memória de curto prazo.

4 Lobo frontal

Aqui ocorre a estruturação de pensamentos falados e escritos, palavras e linguagem.

5 Córtex auditivo primário

Registra e processa todos os sons que captamos, incluindo fonemas, palavras e frases.

Serviço ao cliente

Serviço ao cliente

Se você tiver alguma dúvida sobre a operação, gerenciamento ou interpretação de dados de nossas avaliações, entre em contato conosco imediatamente. Nossa equipe de profissionais resolverá suas dúvidas e ajudará você com tudo o que precisar.

Entre em contato conosco agora

Referências

Referências

  • Horowitz-Kraus. T., Breznitz, Z. Can the error detection mechanism benefit from training the working memory? A comparison between dyslexics and controls--an ERP study. PLOS ONE. 2009 Sep, 4(9):e7141.
  • Ladányi, e., Persici, V., Fiveash, A., Tillmann, B., Gordon, R.L. Is atypical rhythm a risk factor for developmental speech and language disorders? Wiley Interdiscip Rev cogn Sci. 2020 Apr, In press.
  • Mehlhase, H., Bakos, S., Bartling, J., Schulte-Körne, G., Moll, K. Word processing deficits in children with isolated and combined reading and spelling deficits: an ERP-Study. Brain Res. 2020 Mar, In press.
  • McArthur, G.M., Filardi, N., Francis, D.A., Boyes, M.E., Badcock, N.A. Self-concept in poor readers: a systematic review and meta-analysis. PeerJ. 2020 Mar, 8:e8772.
  • Munzer, T., Hussain, K., Soares, N. Dyslexia: neurobiology, clinical features, evaluation and management. Transl Pediatr. 2020 Feb, 9(Suppl 1):S36-S45.
  • McMillen, S., Griffin, Z.M., Peña, E.D., Bedore, L-M., Oppenheim, G.M. “Did I say Cherry?” error patterns on a blocked cyclic naming task for bilingual children with and without developmental language disorder. J Speech Lang Hear Res. 2020 Mar, In press.
  • Blythe, H.I., Dickins, J-H., Kennedy, C.R., Liversedge, S.P. The role of phonology in lexical access in teenagers with a history of dyslexia. PLOS ONE. 2020 Mar, 15(3):1-26.
  • Caglar-Ryeng, Ø., Eklund, K., Nerdård-Nilssen, T. School-entry language outcomes in late talkers with and without a family risk of dyslexia. Dyslexia. 2020 Mar, In press.
  • Mehringer, H., Fraga-González, g., Pleisch, G., Röthlisberger, M., Aepli, F., Keller, V., Karipidis, I.I., Brem, S. (Swiss) GraphoLearn: an App-based tool to support beginning readers. Res Pract Technol Enhanc Laern. 2020 Feb, 15(1):1-21.
  • Brown, A.C., Peters, J.L., Parsons, C., Crewther, D.P., Crewther, S.G. Efficiency in magnocellular processing: A common deficit in neurodevelopmental disorders. Front Hum Neurosci. 2020 Feb,14:49-67.
  • Galliussi, J., Prondi, L., Chia, G., Gerbino, W., Bernardis, P. Inter-letter spacing, inter-word spacing, and font with dyslexia-friendly features: testing text readability in people with and without dyslexia. Ann Dyslexia. 2020 Mar, In press.
  • Obidziński, M. Response frequencies in the conjoint recognition memory task as predictors of developmental dyslexia diagnosis: A decision-trees approach. Dyslexia. 2020 Mar, In press.
  • Yu, X., Zuk, J., Perdue, M.V., Ozernov-Palchik, O., Raney, T., Beach, S.D., Norton, E.S., Ou, Y., Gabrieli, J.D.E., Gaab, N. Putative protective neural mechanisms in prereaders with a family history of dyslexia who subsequently develop typical reading skills. Hum Brain Mapp. 2020 Mar, In press.
  • Shaywitz, S. E. Dyslexia. The New England Journal of Medicine. 1998, Jan. 338:307-321.
  • Démonet, J.F., Taylor, M.J., Chaix, Y. Developmental dyslexia. The lancet. 2004 May, 363(9419):1451-1460.
  • Peterson, R.L., Pennington, B. Developmental dyslexia. The lancet. 2012 Jun, 379(9839):1997-2007.
  • Coltheart, M., MAsterson, J., Byng, S., Prior, M., Riddoch, J. Surface dyslexia. The Quarterly Journal of Experimental Psychology Section A. 1983, 35(3):469-495.
  • Stefanac, N., Spencer-Smith, M., Brosnan, M., Vangkilde, s., Castles, A., Bellgrove, M. Visual processing speed as a marker of immaturity in lexical but not sublexical dyslexia. Cortex. 2019 Nov, 120:567-581.
  • Wenande, b., Een, E., Petok, J.R. Dyslexia-related impairments in sequence learning predict linguistic abilities. Acta Psychol (Amst). 2019 Aug, 199:102903.
  • Bajre, P., Khan, A. Developmental dyslexia in Hindi readers: Is consistent sound-symbol mapping an asset in reading? Evidence from phonological and visuospatial working memory. Dyslexia. 2019 Nov, 25(4):390-410.
  • Cascella M, Al Khalili Y. Short Term Memory Impairment. [Updated 2019 Oct 27]. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; 2020 Jan-.
  • Bucci, M.P. Visual training could be useful for improving reading capabilities in dyslexia. Appl Neuropsychol. Child. 2019 Aug, 13:1-10.
  • Ullman, M.T. Earle, F.S., Walenski, M., Janacsek, K. The neurocognition of developmental disorders of language. Annu Rev Psychol. 2020 Jan, 74:389-417.
  • Giofrè, D., Provazza, S., Calcagnì, A., Altoè, G., Roberts, D.J. Are children with developmental dyslexia all the same? A cluster analysis with more than 300 cases. Dyslexia. 2019, Aug, 25(3):284-295.
  • Luo, X., Mao, Q., Shi, J., Wang, X., Li, C.R. Putamen gray matter volumes in neuropsychiatric and neurodegenerative disorders. World J Psychiatry Ment Health Res. 2019 May, 3(1):1-11.
  • Schaadt, G. Männel, C. Phonemes, words, and phrases: Tracking phonological processing in pre-schoolers developing dyslexia. Clin Neurophysiol. 2019 Aug, 130(8):1329-1341.
  • Pecini, C., Spoglianti, S., Bonetti, s., Di Lieto, M.C., Guaran F., Martinelli, A., Gasperini, F., Cristofani, P., Casalini, C., Mazzotti, S., Salvadorini, R., Bargagna, S., Palladino, P., Cismondo, D., Verga, A., Zorzi, C., Brizzolara, D., Vio, C., Chilosi, A,M. Training RAN or reading? A telerehabilitation study on developmental dyslexia. Dyslexia. 2019 Aug, 25(3):318:331.
  • Kershner, J.R. Neuroscience and education: Cerebral lateralization of networks and oscillations in dyslexia. Laterality. 2020 Jan, 25(1):109-125.
  • Scerri, T.S., Darki, F., Newbury, D.F., Whitehouse, A.J.O., Peyrard-Janvid, M., Matsson, H., Ang, Q.W., Pennell, C.E., Ring, S., Stein, J., Morris, A.P., Monaco, A.P., Kere, J., Talcott, J.B., Klingberg, T., Paracchini, S. The dyslexia candidate locus on 2p12 is associated with general cognitive ability and white matter structure. PLOS ONE. 2012 Nov, 7(11): e50321.
  • Heim, S., Tschierse, J., Amunts, K., Wilms, M., Vossel, S., Willmes, K., Grabowska, G., Huber, W. Cognitive subtypes of dyslexia. Acta Neurobiol Exp. 2008, 68:73:82.
  • Fisher, S. E., DeFries, J.C. Developmental dyslexia: genetic dissection of a complex cognitive trait. Nature reviews neuroscience. 2002 Oct, 3: 767-780.
  • De Vos, A., Vanvooren, S., Ghesquière, P., Woutsers, J. Subcortical auditory neural synchronization is deficient in pre-reading children who develop dyslexia. Dev Sci. 2020 Feb, In press.
  • Bruck, M. Word-recognition skills of adults with childhood diagnoses of dyslexia. Developmental Psychology. 1990. 26(3):439-454.
  • Ramus, F., Rosen, S., Dakin, S.C., Day, B.L., Castellote, J.M., White, S., Frith, U. Theories of developmental dyslexia: insights from a multiple case study of dyslexic adults. Brain. 2003 Apr, 126(4):841-865.
  • Mattis, S., French, J. H., Rapin, I. Dyslexia in children and young adults: Three independent neuropsychological syndromes. Developmental Medicine & Child Neurology. 1975 Apr, 17(2):150-163.
  • Boets, B., Op de Beeck, H.P., Vandermosten, M., Scott, S.K., Gillebert, C.R., Mantini, D., Bulthé, J., Sunat, S., Wouters, J., Ghesquière, P. Intact but less accessible phonetic representations in adults with dyslexia. Science. 2013, Dec, 342(6163):1251-1254.
  • Brosnan, M., Demetre, J., Hamill, S., Robson, K., Shepherd, H., Cody, G. Executive functioning in adults and children with developmental dyslexia. Neuropsychologia. 2002 Apr, 40(12):2144-2155.

Por favor, escreva o seu endereço de e-mail