Escolha sua plataforma e compre
Experimente grátis por um mês com 10 licenças.
Para que vai ser usada a conta?
Cadastre-se
loading

Ao se registrar e usar CogniFit, você aceita que leu, entendeu e que está de acordo com as de Uso e a de Privacidade de CogniFit.

afterLand how work3 Test_dislexia
  • Avaliação neuropsicológica para tratar a dislexia

  • Explora exaustivamente as funções cerebrais relacionadas à dislexia

  • Identifica e avalia a presença de alterações ou transtornos cognitivos

loading

Descrição da bateria de avaliação online para avaliar e detectar a dislexia

A bateria de avaliação cognitiva para a dislexia (CAB-DX) de CogniFit é uma ferramenta profissional criada a partir de testes clínicos e tarefas validados para detectar e avaliar rapidamente sintomas, características e disfunções nos processos cognitivos afetados pela dislexia.

Este inovador teste de dislexia online é um recurso científico que permite uma exploração cognitiva completa para avaliar pontos fracos, pontos fortes e, com excelente confiabilidade, o índice de risco para a dislexia. Este teste foi criado para crianças maiores de 7 anos, adolescentes e adultos. Qualquer pessoa pode usar esta bateria de avaliação neuropsicológica sem dificuldade.

O relatório de resultados estará disponível automaticamente após o teste, que normalmente dura em torno de 30-40 minutos.

Atualmente, a dislexia está subdiagnosticada, embora este transtorno de aprendizagem afete as habilidades de linguagem associadas à leitura e escrita. Para diagnosticar a dislexia eficazmente, devem ser levados em consideração registros médicos e avaliações em diferentes áreas, incluindo a neuropsicologia. Este teste de detecção de dislexia é recomendado como complemento de um diagnóstico profissional, não como substituto da consulta médica.

Protocolo digitalizado para a avaliação da dislexia (CAB-DX)

Esta avaliação cognitiva completa para a detecção de dislexia consiste em um questionário e uma bateria de testes neuropsicológicos completa. Dura cerca de 30-40 minutos.

A pessoa em risco de dislexia deve responder a um questionário inicial que avalia sintomas e sinais clínicos para sua idade e, em seguida, executa automaticamente uma série de jogos e exercícios validados para avaliar a funñáo cognitiva.

  • QUESTIONÁRIO DE CRITÉRIOS DE DIAGNÓSTICO : uma série de perguntas fáceis de responder são apresentadas como um teste de detecção capaz de se adaptar à idade da pessoa em risco de dislexia. Tem como objetivo detectar os principais critérios de diagnóstico, sinais e sintomas de dislexia.
  • FATORES NEUROPSICOLÓGICOS E PERFIL COGNITIVO : a seguir, uma bateria de avaliações analisa os principais fatores neuropsicológicos envolvidos na dislexia, especificamente os índices das funções executivas. Utiliza escalas clínicas e testes validados adaptados à idade do usuário.
  • RELATÓRIO DE RESULTADOS COMPLETO: no final do teste de dislexia online, você receberá um relatório detalhado com os resultados, mostrando o índice de risco de dislexia (baixo-moderado-alto ), sintomas, sinais de alerta, perfil cognitivo, análise dos resultados, recomendações e diretrizes. Os resultados proporcionam informações valiosas e ajudam a identificar estratégias de apoio ou possíveis referências a profissionais especializados para testes futuros.

Resultados psicométricos

O teste cognitivo para a dislexia (CAB-DX) usa algoritmos patenteados e tecnologia de inteligência artificial (IA) que ajuda a analisar mais de mil variáveis e indica se há algum risco de dislexia com resultados psicométricos satisfatórios.

O perfil cognitivo do relatório neuropsicológico tem alta confiabilidade, consistência e estabilidade. O teste foi validado através de testes repetidos e processos de avaliação. Projetos de pesquisa transversal, como o coeficiente Alpha de Cronbach, foram realizados, obtendo valores em torno de .9. Os testes de avaliação e reavliação obtiveram valores próximos de 1, o que mostra uma alta confiabilidade e precisão.

Para quem é?

O teste de dislexia (CAB-DX) pode ser aplicado a crianças maiores de 7 anos e adultos que estão em risco de dislexia.

Qualquer pessoa ou usuário profissional pode usar esta bateria de avaliação neuropsicológica sem dificuldade. Para usar esta bateria de avaliação de dislexia não é necessário conhecimento prévio em neurociência ou ciência da computação. Foi usada para:

  • PROFISSIONAIS DA SAÚDE - Avaliar com precisão pacientes e oferecer um relatório abrangente de seus resultados - A avaliação neuropsicológica da CogniFit para a dislexia ajuda os profissionais da saúde a detectar, diagnosticar e criar tratamentos deficientes para a dislexia. Detectar sintomas e disfunções cognitivas é o primeiro passo para a identificação da dislexia e para oferecer um tratamento neuropsicológico apropriado. Com o poderoso software de gerenciamento de pacientes de CogniFit, você pode estudar múltiplas variáveis ​​e oferecer relatórios personalizados.
  • ESCOLAS E PROFESSORES: - Detectar estudantes em risco de dislexia. Ajudar a evitar o fracasso escolar - Este teste de dislexia permite que professores e educadores não especializados em dislexia avaliem objetivamente os alunos e criem relatórios personalizados completos sobre seus pontos fracos e fortes. Também ajuda a detectar rapidamente os estudantes em risco de dislexia, que precisam ser diagnosticados individualmente para tomar estratégias compensatórias.
  • PAIS, CUIDADORES E PARTICULARES - Identificar se meus entes queridos estão em risco de dislexia - O teste de dislexia de CogniFit é um recurso científico composto por tarefas simples online. Esta ferramenta permite avaliar diferentes fatores neuropsicológicos identificados na dislexia. Seu sistema de resultados ajuda a identificar se existe risco de dislexia e proporciona orientações de ação detalhadas para cada caso.

Benefícios da avaliação para a dislexia de CogniFit

Usar essa ferramenta online com base científica para avaliar de forma rápida e precisa a presença de sintomas, pontos fracos, pontos fortes, traços e disfunções em processos cognitivos afetados pela dislexia oferece múltiplas vantagens.

  • FERRAMENTA LÍDER: a bateria de avaliação da dislexia (CAB-DX) é um recurso profissional criado por especialistas em transtornos de aprendizagem e neuropsicólogos. Os testes cognitivos foram patenteados e validados clinicamente. Esta ferramenta líder é usada pela comunidade científica, escolas, universidades, famílias, fundações e centros médicos em todo o mundo.
  • FÁCIL DE USAR : qualquer pessoa ou profissional (profissional da saúde, professor, etc.) pode usar esta avaliação neuropsicológica sem ter conhecimento sobre neurociência ou informática. Seu formato interativo permite um gerenciamento ágil e eficiente.
  • ALTAMENTE ATRATIVO : todos os jogos e atividades atividades clínicos de CogniFit são apresentados como jogos interativos divertidos, motivando crianças e adultos e melhorando o conhecimento.
  • RELATÓRIO DE RESULTADOS DETALHADO : A bateria de avaliação de dislexia (CAB-DX) proporciona feedback rápido e preciso de um sistema completo de análise de resultados. Isso nos permite reconhecer e compreender sintomas clínicos, pontos fracos, pontos fortes e o índice de risco.
  • ANÁLISE E RECOMENDAÇÕES: este poderoso software nos permite analisar mais de mil variáveis ​​e oferecer recomendações muito específicas adaptadas a cada uma das necessidades dos usuários.

Em que casos é aconselhável aplicar este teste de dislexia?

Esta bateria de avaliação de dislexia permite detectar de forma confiável o risco de dificuldades de aprendizagem relacionadas aos processos de linguagem em adultos e crianças de 7 anos ou mais.

Se você suspeita que uma pessoa pode estar em risco de dislexia, é recomendável realizar esta avaliação o mais rápido possível. A detecção precoce minimiza as dificuldades de desenvolvimento e ajuda a desenvolver um programa de tratamento apropriado para cada perfil.

Este teste de detecção de dislexia também ajuda a identificar adultos no índice de risco. Muitos adultos que tiveram dificuldades para ler e escrever ao longo de suas vidas nunca foram diagnosticados ou perceberam a disfunção. Mesmo que sua capacidade intelectual fosse acima da média, eles provavelmente eram considerados alunos desastrados ou ruins por seu baixo desempenho acadêmico. Isto acontece principalmente por não terem sido detectados e tratados precocemente. Este diagnóstico tardio pode causar problemas no trabalho, sociais e mesmo emocionais.

Os sintomas abaixo são alguns dos mais comuns na dislexia :

  • dificuldade ao escrever : as pessoas com dislexia têm dificuldade em processar corretamente símbolos escritos. Elas acham difícil soletrar palavras e expressar ideias por escrito. Podem, por exemplo, entender perfeitamente o que uma pessoa está dizendo, mas têm dificuldade em tomar notas. Os adultos ou crianças com dislexia podem ter uma caligrafia complexa e difícil de entender e ficarem confusas ao escrever palavras aparentemente simples. Por exemplo, eles podem confundir "escada" com "escala".
  • Dificuldade ao ler : as pessoas com dislexia têm dificuldades para decodificar. Poirtanto, ler é uma tarefa muito complicada. Elas leem lentamente, têm problemas para entender a mensagem lida e podem ter dificuldade para memorizar ou armazenar a informação lida.
  • Dificuldade para planejar tarefas : uma das características mais recorrentes da dislexia é a dificuldade para o desenvolvimento executivo. Isso significa que qualquer tarefa que requer um planejamento mínimo pode ser um verdadeiro desafio. As funções executivas são o conjunto de habilidades cognitivas complexas que nos permitem planejar qualquer tarefa e dividi-las em etapas (analisar a tarefa e entender o que é necessário para isso, organizar e determinar o tempo necessário para sua execução, estruturar o trabalho, definir metas, avaliar as ações estabelecidas, ajustá-las com base nos resultados, etc.)
  • Problemas com a coordenação motora e orientação espacial : algumas pessoas com dislexia apresentam dificuldades com a coordenação motora e é difícil para elas distinguir entre esquerda e direita, acima e abaixo, frente e verso, dentro e fora, etc. Este problema pode ser associado à falta de habilidade diária, quando as pessoas parecem frequentemente perdidas. Elas têm dificuldades ao praticar esportes que requerem coordenação, como ciclismo ou jogos em equipe, como o futebol.
  • Dificuldades no trabalho ou em entornos sociais : existe uma correlação muito alta entre o fracasso escolar e a dislexia, uma vez que suas dificuldades não são diagnosticadas e a criança é estigmatizada como preguiçosa ou desmotivada. Na idade adulta, pode afetar seu ambiente de trabalho.

Descrição do questionário de critérios de diagnóstico

A dislexia é caracterizada por uma série de sinais e sintomas clínicos, que podem nos fazer desconfiar da presença deste transtorno. Portanto, o primeiro passo da avaliação de dislexia de CogniFit (CAB-DX) é um teste de detecção que se adapta aos principais critérios de diagnóstico, sinais e sintomas de dislexia apropriados para cada faixa etária.

As perguntas nesta avaliação são semelhantes às dos manuais de diagnóstico, questionários clínicos ou escalas de avaliação. No entanto, CogniFit simplificou essas perguntas profissionais para que possam ser compreendidas por praticamente qualquer pessoa.

  • Critérios de diagnóstico para crianças de 7 a 12 anos de idade : consiste em uma série de perguntas fáceis de responder que devem ser preenchidas pelos pais, tutor ​​ou profissional responsáveis ​​pela avaliação. O questionário inclui questões sobre as seguintes áreas: problemas ao ler e escrever, dificuldades ao aprender (desempenho académico deficiente), problemas de coordenação motora e orientação espacial ou problemas nas relações sociais (frustração, falta de autoestima).
  • Critérios de diagnóstico para adolescentes de 13 a 17 anos : consiste em uma série de perguntas fáceis de responder que podem ser preenchidas pelos pais, tutor ​​ou profissional responsáveis pela avaliação. O questionário inclui questões sobre as seguintes áreas: problemas ao ler e escrever, problemas ao aprender (desempenho acadêmico deficiente), problemas de coordenação motora e orientação espacial ou problemas nas relações sociais (frustração, falta de autoestima).
  • Critérios de diagnóstico para adultos : consiste em uma série de perguntas fáceis de responder que podem ser preenchidas pelo profissional responsável pela avaliação ou pela pessoa que realiza o teste de dislexia. O questionário inclui questões sobre as seguintes áreas: problemas ao ler e escrever (dificuldade para entender ou lembrar de textos), dificuldades no trabalho (dificuldades para realizar trabalhos escritos ou escrever em público), histórico acadêmico (dificuldades escolares durante a infância), problemas de orientação espacial (lateralização).

Descrição da avaliação que analisa os fatores neuropsicológicos envolvidos na dislexia

Ter alterações em algumas habilidades cognitivas podem ser um indicador de dislexia. Um perfil geral das habilidades cognitivas pode indicar quão intensas as alterações da dislexia podem ser.

Ter problemas na capacidade de leitura e escrita, nas habilidades motoras e espaciais, bem como nas relações sociais, são decorrentes do déficit nas múltiplas capacidades cognitivas. Estes são os domínios e as habilidades cognitivas avaliadas no teste de dislexia (CAB-DX)

ATENÇÃO : capacidade para impedir distrações e focar em informações relevantes.

  • Atenção dividida : atenção dividida e dislexia. A atenção dividida é a capacidade de prestar atenção a mais de um estímulo ou atividade ao mesmo tempo, como ouvir o professor e escrever. As pessoas com alterações na atenção dividida usam mais recursos cognitivos ao executar duas ou mais tarefas simultâneas, tornando difícil, por exemplo, entender o que o professor está dizendo ao tomar notas.
  • Atenção focada : atenção docada e dislexia. A atenção focada é a capacidade de manter a atenção em um estímulo ou atividade durante um longo período de tempo, como fazer o dever de casa. Ao se distrair, você pode perder informações importantes, dificultando a compreensão da atividade que está fazendo. As crianças e adultos com dislexia se distraem mais facilmente e dedicam menos tempo às tarefas que envolvem concentração.
  • Exploração visual : exploração visual e dislexia. A exploração visual é a capacidade de pesquisar ativamente e de forma eficiente os estímulos relevantes em nosso entorno através da visão, por exemplo, quando examinamos um texto para achar letras específicas. Uma exploração visual deficiente pode interferir na detecção das características distintivas de cada letra (d-b, por exemplo), dificultando a compreensão.

MEMÓRIA : capacidade de reter ou manipular novas informações e recuperar memórias do passado.

  • Memória operacional : memória operacional e dislexia. É importante ter em mente que uma alteração na memória operacional pode ser um forte indicador de dislexia. A memória operacional é a capacidade de reter e manipular informações necessárias para tarefas cognitivas complexas, como a compreensão da linguagem, o aprendizado e raciocínio. Um déficit na memória operacional pode implicar dificuldades na compreensão da linguagem escrita e falada.
  • Memória de curto prazo : memória de curto prazo e dislexia. As pessoas com dislexia podem ter habilidades cognitivas prejudicadas. A memória de curto prazo é a capacidade de reter uma pequena quantidade de informações por um curto período de tempo, como quando retemos o início de uma frase para compreendê-la como um todo. Um problema em nossa memória de curto prazo pode impedir que entendamos o que ouvimos, pois não podemos reter corretamente as informações que chegam aos nossos ouvidos.
  • Memória visual de curto prazo : memória visual de curto prazo e dislexia. A memória visual de curto prazo é a capacidade de reter uma pequena quantidade de informações visuais, como letras, palavras, etc. por um curto período de tempo. Um problema na memória visual de curto prazo pode impedir que entendamos o que lemos porque não reteríamos o início das frases.

FUNÇÕES EXECUTIVAS E RACIOCÍNIO : capacidade de compilar (organizar, associar, etc.) eficientemente as informações adquiridas.

  • Planejamento : capacidade de planejamento e dislexia. O planejamento é a capacidade de organizar mentalmente a melhor maneira de atingir um objetivo no futuro, semelhante a quando organizamos uma história em nossa cabeça para contá-la mais tarde. As pessoas que apresentam alterações no planejamento têm mais dificuldade para estruturar seu discurso, sua caligrafia ou suas idéias.
  • Velocidade de processamento : velocidade de processamento cognitivo e dislexia. A velocidade de processamento é a capacidade de processar informações de forma rápida e automática. As pessoas com alterações na velocidade de processamento demoram mais para entender e processar o que leem e o que querem escrever ou explicar. A lentidão no processamento auditivo e verbal pode causar problemas na decodificação de letras, palavras e frases.

LINGUAGEM : capacidade de compreender e expressar informações verbais (faladas, escritas, etc.).

  • Nomeação : nomeação e dislexia. Nomear é a capacidade de acessar uma palavra em nosso vocabulário para designar um conceito, por exemplo quando lembramos facilmente o nome da nossa rua. Uma alteração na nomeação pode causar o uso de palavras imprecisas ou dificuldade na compreensão de textos.

COORDENAÇÃO : capacidade para executar eficientemente movimentos precisos e ordenados.

  • Tempo de resposta : tempo de resposta e dislexia. O tempo de resposta é a capacidade de perceber e processar um estímulo simples e responder a ele, como responder de forma rápida e eficiente a uma questão específica. As pessoas com tempo de resposta lento acham mais difícil escrever rapidamente e sem problemas.

PERCEPÇÃO : capacidade de interpretar os estímulos do nosso meio ambiente.

  • Exploração visual : exploração visual e dislexia. A exploração visual é a capacidade de pesquisar ativa e eficientemente os estímulos relevantes que nos rodeiam através da visão, por exemplo, quando examinamos um texto para achar letras específicas. Ter uma exploração visual deficiente pode interferir na detecção das características distintivas de cada letra (d-b, por exemplo), dificultando a compreensão.

Tarefas incluídas na avaliação

Esta ferramenta científica multidimensional possui várias tarefas de avaliação. Aqui você pode encontrar alguns exemplos:

  • Teste de decodificação VIPER-NAM : o teste de decodificação VIPER-NAM integra noções do clássico teste de Korkman, Kirk e Kemp de 1998 (NEPSY). Ele valia a capacidade de nomeação, o tempo de resposta e a velocidade de processamento. Isso examina os recursos cognitivos que o usuário usa para decodificar, reconhecer e entender estímulos eficientemente.
  • Teste de Programação VIPER-PLAN : esta tarefa foi inspirada nos clássicos testes Tower of London (TOL) e Hooper Visual Organization Task (VOT) de Hooper (1983). Ele avalia como o usuário organiza e planeja uma ação. Para isso, o usuário deve mostrar adaptabilidade, flexibilidade e antecipação. O teste analisa a taxa de sucesso do usuário ao planejar uma ação para alcançar um objetivo.
  • Teste sequencial WOM-ASM : este exercício é baseado no clássico teste Conners (CPT) e na Wechsler Memory Scale (WMS). Ele avalia a capacidade temporária de armazenamento e manipulação da informação que a pessoa possui para realizar tarefas cognitivas complexas, como a compreensão ou o raciocínio da linguagem.
  • Teste de Concentração VISMEN-PLAN : esta tarefa de avaliação é inspirada no teste de dígitos diretos e indiretos da Wechsler Memory Scale (WMS), o clássico Memory Malingering (TOMM) e o Tower of London (TOL). Avalia a capacidade de planejamento, memória visual, memória de curto prazo, tempo de resposta, memória operacional e velocidade de processamento, entre outros.

O cérebro e a dislexia

A dislexia afeta cerca de 10% da população mundial, dificultando a leitura, a escrita e, em geral, a decodificação eficiente de qualquer símbolo alfabético. Existem cerca de 700 milhões de crianças e adultos com este transtorno. Por sorte, os avanços tecnológicos na neuroimagem tornam possível conhecer mais sobre as áreas do cérebro afetadas na dislexia. Algumas das estruturas cerebrais mais envolvidas nesta dificuldade de aprendizagem são:

Giro angular e giro supramarginal: fazem parte de uma área associativa multimodal localizada na área parietal-temporal que recebe informação auditiva visual e somatossensorial. Nessas regiões, os neurônios são especificamente orientados para processar os aspectos fonológicos e semânticos da linguagem que nos permitem identificar e categorizar palavras.

Área de Wernicke : é posterior ao córtex auditivo primário, próxima do início do sulco lateral do hemisfério esquerdo. Esta área pertence ao córtex da associação e nos permite dar sentido às coisas que lemos ou ouvimos.

Área de Broca : esta área está localizada no terceiro giro frontal esquerdo. Intervém na articulação de palavras em linguagem externa e interna, portanto no processamento de palavras na memória operacional.

Serviço ao cliente

Se você tiver dúvidas sobre o funcionamento, gerenciamento ou interpretação dos dados do relatório de avaliação da dislexia, entre em contato conosco imediatamente. Nossa equipe de profissionais qualificados e especialistas em dificuldades de aprendizagem irá resolver suas dúvidas e ajudar com tudo o que você precisar.

Referências: [1] Peretz C, AD Korczyn, E Shatil, V Aharonson, Birnboim S, N. Giladi - Basado en un Programa Informático, Entrenamiento Cognitivo Personalizado versus Juegos de Ordenador Clásicos: Un Estudio Aleatorizado, Doble Ciego, Prospectivo de la Estimulación Cognitiva - Neuroepidemiología 2011; 36:91-9. [2] Horowitz-T Kraus, Breznitz Z. - ¿Puede el mecanismo de detección de errores beneficiarse del entrenamiento de la memoria de trabajo? Una comparación entre los disléxicos y los sujetos de control - un estudio de ERP - PLoS ONE 2009; 4:7141. [3] Evelyn Shatil, Jaroslava Mikulecká, Francesco Bellotti, Vladimír Burěs - Novel Television-Based Cognitive Training Improves Working Memory and Executive Function - PLoS ONE July 03, 2014. 10.1371/journal.pone.0101472 [4] Conners, C. K. (1989). Manual for Conners’ rating scales. North Tonawanda, NY: Multi-Health Systems. [5] Wechsler, D. (1945). A standardized memory scale for clinical use. The Journal of Psychology: Interdisciplinary and Applied, 19(1), 87-95 [7] Tombaugh, T. N. (1996). Test of memory malingering: TOMM. North Tonawanda, NY: Multi-Health Systems. [8] Stroop, J. R (1935). Studies of interference in serial verbal reactions. Journal of experimental psychology, 18(6), 643. [9] Hooper, E. H. (1983). Hooper visual organization test (VOT)

Por favor, escreva o seu endereço de e-mail