Escolha sua plataforma e compre
Tente um mês grátis de carga com 10 licenças.
Escolha sua plataforma
Cadastre-se
loading

Ao se registrar e usar CogniFit, você aceita que leu, entendeu e que está de acordo com as de Uso e a de Privacidade de CogniFit.

  • Aceda aos testes de Avaliação da Condução

  • Explore e meça de forma exaustiva as funções cerebrais necessárias para a condução.

  • Conheça e identifique os seus pontos cognitivos fortes e fracos para a condução.

loading

O Conjunto de testes de Avaliação Computorizada para avaliar a Condução ou Driving Assessment Battery (DAB) da CogniFit é um conjunto de testes cognitivos preparados para conhecer as capacidades do usuário no momento de conduzir um veículo.

Está demonstrado que quando uma pessoa conduz um veículo, muitas das habilidades cognitivas estão implicadas na acção. Nesta avaliação medem-se um total de 10 habilidades cognitivas que, segundo os estudos realizados, estão involucradas no momento da condução. Algumas destas habilidades cognitivas são o foco, a coordenação olho-mão e o tempo de resposta, entre outros.

O conjunto de testes cognitivos mostrará o nível do usuário para enfrentar a condução do veículo. Isto significa que a avaliação permitirá medir de forma precisa as habilidades cognitivas mais fortes e mais fracas implicadas na condução. Estes dados permitirão ao usuário conhecer as possíveis desordens ao nível cognitivo que dificultam a sua tarefa.

A avaliação foi desenhada por uma equipa de profissionais de cientificos e psicólogos. Devido aos sofisticados algoritmos o usuário terá à sua disposição um relatório automatizado com os dados obtidos na avaliação. Aparecerão de maneira precisa os resultados alcançados em cada uma das habilidades cognitivas medidas.

A avaliação Cognitiva para a condução mede várias habilidades cognitivas divididas em diferentes áreas. Os resultados de cada uma das tarefas serão utilizados para o cálculo de uma ou mais das seguintes habilidades cognitivas.

  • Área da memória: Memória visual a curto prazo.
  • Área da atenção: Atenção dividida, focagem e inibição.
  • Área da percepção: Campo visual, rastreio visual e estimação.
  • Área da coordenação: Coordenação olho-mão e tempo de resposta.
  • Área do raciocínio: Re-contextualização
  • Traço Psicológico específico da condução:Aversão ao risco e obediência às normas.

Conjunto de tarefas, provas e testes para a Avaliação da Condução

Teste de Precisão COOR

Teste de Exploração SCAVI-REST

Teste de Estimativa EST-I

Teste de Estimativa EST-II

Teste de Desatenção FOCU-SHIF

Teste de Estimativa EST-III

Teste de Exactidão REST-COOR

Teste de Preferências INH

Teste de Recuperação VISMEM

Teste de Posições VISMEN-SCAVI

Teste de Aversão INH-EST

Teste de Capacidade Visual WIFIVI

Processo de Avaliação

  • Duração: A realização destes testes de Avaliação para a Condução durará cerca de 20 minutos.
  • Pontuação dos resultados: Automatizado.
  • Usuários aos que se destina: Adultos apartir dos 18 anos.
  • Resultados: Personalizados.

Âmbitos Neuropsicológicos Analisados

Documentação científica: Conjunto de tarefas validadas.

Os testes de avaliação da condução estão compostos por um conjunto de 12 tareas queavaliam um total de 10 habilidades cognitivas. Cada uma das habilidades cognitivas foi validada de maneira rigorosa dando resultados muito satisfatórios. O modelo estatístico aplicado para conhecer a fiabilidade da ferramente foi o de Alpha de Crombach. Os resultados foram próximos de 8.

Depois de finalizar a avaliação, o programa da CogniFir recompila os dados num relatório automatizado pelo usuário. No relatório será possível observar os pontos cognitivos fortes e fracos de cada usuário no momento da condução. Os resultados serão mostrados em forma de gráficos ou tabelas.

O conjunto de habilidades cognitivas que avalia o teste de condução foram seleccionadas em função do estudo das principais capacidades necessárias para a condução. Esta selecção foi feita apartir do estudo das principais funções necessárias para conduzir um veículo.

Será apresentado o conjunto de habilidades medidas em diferentes blocos. Além disso, será explicada a importância da avaliação de cada uma delas e o valor que têm para o bom funcionamento da condução.

MEMÓRIA

Memória Visual a Curto Prazo na Condução

A memória visual ajuda a reter a informação que obtemos através da retina durante um curto período de tempo. Permite captar os estímulos do meio envolvente que apreciamos devido à percepção visual. Esta habilidade é tão importante de avaliar, porque devido a ela o sujeito pode recordar os sinais de tráfico ou inclusivé orientar-se pela cidade.

ATENÇÃO

Atenção Dividida na Condução

É uma das habilidades mais importantes que desenvolve o bom conductor no início das suas aulas. A atenção dividida é a capacidade de prestar atenção a dois canais ao mesmo tempo. Por exemplo: meter outra mudança e visualizar um sinal. Ao realizar estas duas acções ao mesmo tempo, o conductor deve dividir a sua atenção sem diminuir o seu rendimento. Esta habilidade é adquirida com a práctica, mas é fácil que se deteriore com o tempo, uma vez que os reflexos podem ir diminuindo com o avançar da idade. Conhecer o nível de atenção dividida de cada indivíduo vai dar pistas da sua capacidade para controlar o que se passa na estrada, visualizar os sinais, olhar os espelhos retrovisores, controlar a velocidade e inclusivé conversar com o co-piloto, e tudo ao mesmo tempo.

Foco na Condução

O foco ou a concentração é uma habilidade muito importante na estrada. Quando o nosso cérebro está concentrado numa tarefa, consegue terminá-la mais rápido. A boa concentração pode-se avaliar e treinar, mas o mais importante é evitar a distração. Quanto maior for a concentração, menores serão as distrações. Isto não acontece só na estrada, mas em qualquer outra tarefa que requeira os cinco sentidos. A concentração será importante de avaliar para comprovar a capacidade do indivíduo no momento de concentrar-se durante um longo período de temppo. Além disso, ajudará a conhecer a consciência do estado emocional e interpretar os signos da fadiga depois de um período de tempo.

Inibição na Condução

A inibição é a habilidade de ignorar os estímulos irrelevantes do meio envolvente, enquanto o indivíduo se concentra numa tarefa. As tarefas que requerem concentração, como a condução, necessitam ao mesmo tempo a acção de eliminar aqueles estímulos que não são necessários durante a práctica. Quando um indívudo conduz, põe em marcha os seus mecanismos de inibição de comportamento ou objectos. Isto quer dizer, que na estrada, o conductor deve inibir aqueles sinais, carros, paisagens ou respostas que não são relevantes para tal práctica.

PERCEPÇÃO

Campo Visual na Condução

O campo visual é a capacidade que tem o indíviduo de ver além do estímulo que tem à sua frente. Isto quer dizer, que cada pessoa pode registar uma quantidade de informação visual quando olha para a frente. Esta habilidade será importante para o conductor para poder perceber o meio envolvente e obter uma visão de campo completa. Além disso, ajuda a ampliar a agudez visual e poder conduzir com maior segurança.

Rastreio Visual na Condução

Permite encontrar de maneira activa toda a informação que nos rodeia. Para conduzir é imprescindível realizar uma limpeza com a vista, de cada informação ou estímulo do meio envolvente. Isto ajudará a melhorar tanto o campo visual como a inibição e assim evitar riscos.

Estimativa na Condução

A estiamativa é uma habilidade muito importante no momento da condução. Ajuda a saber a localização de um objecto em função à sua velocidade e distância. Na condução, um sujeito necessita saber com precisão a distância que tem do seguinte semáforo vermelho que vê ao longe. Isto vai permitir-lhe travar a tempo e evitar qualquer perigo.

COORDENAÇÃO

Coordenação olho-mão na Condução

As capacidades viso-perceptivas e viso-motoras são imprescindíveis para a condução de um veículo. A coordenação olho-mão ajuda a manter concordância entre a vista e o manuseamento do voltante. Permite ao conductor guiar o veículo sem sair da estrada, continuar em linha recta e realizar uma curva com eficácia.

Tempo de resposta na Condução

O tempo de resposta é a agilidade de uma pessoa em processar uma quantidade de informação determinada. O tempo de resposta é importante para os reflexos do conductor ou para a sua capacidade de reacção ante situações na estrada. Para uma boa condução é recomendável uma resposta rápida e imediata, devido à quantidade de estímulos que se observam.

RACIOCÍNIO

Re-contextualização na Condução

Esta habilidade consiste na capacidade de poder mudar a concentração de um canal para outro o mais rápido possível. É a capacidade de poder adaptar-se a uma nova situação que requer o meio envolvente. Quando existe um problema na estrada, por exemplo, um acidente, o conductor deverá ser capaz de mudar o seu foco de atenção e preocupar-se em diminuir a velocidade. Este tipo de mudanças são constantes na estrada, por isso o conductor deve ter uma boa habilidade de re-contextualização.

Documentação Científica

Todas as tarefas que compõem este conjunto de testes para a condução, estão baseadas no método científico baseado na evidência. Isto demonstra que a avaliação para a condução é efectiva e permite avaliar o estado cognitivo do sujeito para enfrentar-se à condução.

Devido aos sofisticados algoritmos que dispõe a CogniFit, o usuário conseguirá as suas próprias pontuações para cada uma das habilidades cognitivas avaliadas.

O conjunto de testes está criado com um objectivo principal, o de proporcionar os dados suficientes ao profissional e ao usuário sobre o seu estado cognitivo para poder conduzir um veículo na estrada.

Medição e Resultados para a Execução das Provas Cognitivas

Uma das características mais destacadas da Avaliação da Condução é que nenhum dos resultados será igual a outro. Isto é assim porque foi criado de maneira personalizada para cada usuário.

No início de cada uma das tarefas aparecerão umas instruções. Servem para ajudar a entender o funcionamento de cada tarefa e que ao mesmo tempo tenha um primeiro contacto com ela. Em algumas tarefas, não se contabiliza a pontuação até que passem alguns segundos. Depois de passar esse tempo, o programa começa a registar os dados e a criar um conjunto de resultados finais num relatório automatizado. Este relatório, como referido anteriormente, agrega todos os dados obtidos na avaliação e indica as habilidades fortes e fracas de cada usuário. Sobre as últimas, o programa criará um treino personalizado apartir dos dados situados abaixo da média.

Todos os resultados serão apresentados através de gráficos e podem ser comparados com o resto da população situada no mesmo rango de idade. A tabela que aparecerá é um exemplo dos resultados esperados onde o profissional e o usuário poderá observar as pontuações por habilidade cognitiva.

Pontuações por habilidade cognitiva

Referências: • Shatil E (2013). ¿El entrenamiento cognitivo y la actividad física combinados mejoran las capacidades cognitivas más que cada uno por separado? Un ensayo controlado de cuatro condiciones aleatorias entre adultos sanos. Front. Aging Neurosci. 5:8. doi: 10.3389/fnagi.2013.00008 • Peretz C, AD Korczyn, E Shatil, V Aharonson, Birnboim S, N. Giladi - Basado en un Programa Informático, Entrenamiento Cognitivo Personalizado versus Juegos de Ordenador Clásicos: Un Estudio Aleatorizado, Doble Ciego, Prospectivo de la Estimulación Cognitiva - Neuroepidemiología 2011; 36:91-9. • Joseph F.Chandler, Richard D. Arnold, Jeffrey B. Phillips, Ashley E. Turnmire - Predicting individual differences in response to sleep loss: application of current techniques - Aviation, Space, and Environmental Medicine - September 2013; 84(9):927-37 • Thompson HJ, Demiris G, Rue T, Shatil E, Wilamowska K, Zaslavsky O, Reeder B. - Telemedicine Journal and E-health Date and Volume: 2011 Dec;17(10,):794-800. Epub 2011 Oct 19. • Haimov I, E Hanuka, Y. Horowitz - El insomnio crónico y el funcionamiento cognitivo entre los ancianos - Medicina del comportamiento del sueño 2008; 6:32-54

Por favor, escreva o seu endereço de e-mail