Escolha sua plataforma e compre
Tente um mês grátis de carga com 10 licenças.
Para que vai servir a conta?
Cadastre-se

Confirme que os treinos e/ou avaliações são para o seu próprio uso. Vai criar uma conta pessoal. Esse tipo de conta está desenhado para ajudá-lo a avaliar e treinar as suas habilidades cognitivas.

Confirme que deseja aceder aos treinos e avaliações cognitivas para os seus pacientes. Vai criar uma conta de gestão de pacientes. Esta conta está desenhada para ajudar os profissionais de saúde (médicos, psicólogos ...) no diagnóstico e intervenção de distúrbios cognitivos.

Confirme que deseja oferecer treinos e/ou avaliações cognitivas aos seus familiares ou amigos. Vai criar uma conta de família. Esta conta está desenhada para dar acesso às avaliações e treinos da CogniFit aos seus familiares.

Confirme que deseja aceder aos treinos e avaliações cognitivas para os participantes de um estudo de pesquisa. Vai criar uma conta de pesquisa. Esta conta é especialmente desenhada para ajudar os pesquisadores nos seus estudos nas áreas cognitivas.

Confirme que deseja aceder a treinos e avaliações cognitivas para os seus alunos. Vai criar uma conta de gestão de alunos. Esta conta está desenhada para ajudar no diagnóstico e na intervenção de distúrbios cognitivos de crianças e jovens estudantes.

Para o seu próprio uso (apartir dos 13 anos)

loading

Ao se registrar e usar CogniFit, você aceita que leu, entendeu e que está de acordo com as de Uso e a de Privacidade de CogniFit.

corporativelanding_Atencion-Focalizada_social_picture
  • Aceda a um completo conjunto de provas cognitivas para avaliar a atenção sustentável

  • Identifica e avalia a presença de alterações ou défices

  • Instrumentos validados para melhorar ou reabilitar a atenção sustentável e outras funções cognitivas

loading

O que é a atenção sustentável?

A atenção sustentável pode definir-se como a capacidade que tem o nosso cérebro para centrar o nosso foco atencional num estímulo durante um longo período de tempo. A atenção sustentável é um tipo de atenção que nos permite centrar-nos numa actividade durante o tempo necessário para realizá-la, mesmo na presença de distracções. Dividem-se em vigilância (detectar o aparecimento de um estímulo) e na concentração (fixar a atenção num estímulo ou actividade). Esta habilidade cognitiva é muito importante porque permite-nos ser eficientes no nosso dia-a-dia.

A nossa capacidade para manter a atenção fixada numa actividade pode variar dependendo de diferentes factores:

  • Factores pessoais: Como a motivação, a emoção, o nível de activação ou a modalidade sensorial pela que se processa o estímulo. É mais fácil que mantenhamos a atenção se estamos emocionados, sentimos alguma emoção, estamos activos ou se processamos o estímulo pela via auditiva (além disso, será mais complexo estar atento a actividades que impliquem percepção visual e percepção auditiva ao mesmo tempo).
  • Factores do meio-envolvente: É mais fácil centrar a atenção se não temos distracções. A dificuldade aumenta em função do volume de distracções, sendo mais intensos e mais frequentes.
  • Factores do estímulo:: Como a complexidade do estímulo, a novidade, a duração ou a exigência da interacção. Se há um único estímulo muito simples, lento, muito semelhante e previsível, será mais díficil manter a anteção. O mesmo passa se o estímulo não é novidade (é muito estável, sem alterações), se temos que estar atento de maneira passiva (sem interactuar) ou se temos que estar atentos durante muito tempo. Mesmo assim, o caso contrário de vários destes factores (muitos estímulos complexos, difíceis,...) também pode dificultar a atenção. Os estímulos com características muito extremas podem ser aborrecidas ou até saturar-nos.

Tipos de atenção

Uma vez que a atenção é um processo complexo, ao longo do tempo surgiram diferentes modelos para explicar os diferentes sub-componentes da atenção. O modelo mais aceite é o Modelo hierárquico de Sohlberg e Mateer, que descompõe a atenção em:

  • Arousal: Faz referência ao nosso nível de activação e ao nível de alerta, se estamos sonolentos ou energícos.
  • Atenção focalizada: Refere-se à capacidade de centrar a nossa atenção em algum estímulo.
  • Atenção sustentável: Trata-se da capacidade de atender a um estímulo ou actividade durante um longo período de tempo.
  • Atenção selectiva: É a capacidade de estar atento a um estímulo ou actividade em concreto na presença de outros estímulos distractores.
  • Atenção Alternante: Consiste na capacidade de mudar o foco atencional entre dois estímulos.
  • Atenção dividida: Pode definir-se como a capacidade que tem o nosso cérebro para estar atento a diferentes estímulos ou actividades ao mesmo tempo.

""

A práctica e o treino cognitivo podem melhorar a nossa atenção sustentável, e como consequência, a capacidade para centrar-nos num estímulo ou actividade durante um longo período de tempo.

Exemplos de atenção sustentável

  • Quase que qualquer viagem em carro requer prestar atenção à estrada durante um longo período de tempo. Uma distracção ao volante pode ter conseguências fatais, pelo que é importante ter uma bia atenção sustentácel para reduzir as situações de perigo.
  • Qualquer estudante deve ser capaz de prestar atenção durante longos períodos de tempo, quer seja durante as aulas ou no estudo em casa. Uma falta de atenção pode originar uma perda de informação ou um desaproveitamento do tempo aplicado ao estudo, com umas consequências importantes nos resultados académicos.
  • O posto de controlador aéreo é o trabalho em que, por exelência, se usa a atenção sustentável. É necessário prestar atenção às actividades monótonas durante períodos muito longos de tempo e no caso de erro, pode produzir-se um acidente.
  • A maioria dos trabalhos requerem uma boa atenção sustentável. Quer seja atendendo clientes num supermercado ou a ler e escrever documentos num escritório, necessitaremos prestar atenção durante toda a jornada laboral.
  • No nosso dia-a-dia aplicamos constantemente a atenção sustentável como, por exemplo, ao ver um filme, a fazer a comida ou mesmo a tomar banho.

Patologias e transtornos associados a problemas na atenção sustentável

É normal que às vezes nos custe manter a atenção durante muito tempo numa actividade monótona ou possamos distrair-nos com algum estímulo chamativo. Mesmo assim, quando se danifica severamente a atenção sustentável, impossibilita-se a realização da maioria de actividades do nosso dia-a-dia que requerem que prestemos atenção durante um tempo. Um défice na atenção sustentável originará a fadiga e ineficiência em qualquer actividade

A atenção sustentada pode ver-se alterada em muitos transtornos quer seja devido a problemas na atenção sustentada propriamente dita, ou a problemas no resto dos sub-processos atencionais de que se depende. Se a atenção sustentada não é o suficientemente boa, seriamos incapazes de manter a nossa atenção sobre o estímulo prioritário, permitindo que qualquer distracção nos distraia. O transtorno por excelência que origina uma alteração na atenção sustentada é o Transtorno de Défice de Atenção com e sem Hiperactividade (TDAH e TDA, respectivamente). Também se dão problemas de atenção sustentada em transtornos como a dislexia, a esquizofrenia, a doença de Alzheimer ou demências em geral. É muito comum que apareça um défice na atenção sustentada nas pessoas com dano cerebral, já seja por ictos ou por traumatismo crâneo-encefálico (TCE). Pelo contrário, pessoas com problemas de ansiedade podem ter um nível de vigilância demasiado alto.

Como medir e avaliar a atenção sustentável?

A atenção sustentável permite-nos realizar muitas das actividades do nosso dia-a-dia. Realizar actividades prolongadas no tempo vai depender da qualidade da nossa atenção sustentável. Assim, avaliar a nossa atenção sustentável pode ser de grande ajuda em diferentes âmbitos da vida: em âmbitos escolares (saber se uma criança vai ter problemas para estar atenta durante toda a aula e necessita que se lhe apresente a informação de maneira mais simples e concisa, em âmbitos clínicos (saber se um paciente vai poder estar atento durante toda a sessão ou se pode desenvolver-se no seu meio-envolvente de maneira apropriada) ou em âmbitos profissionais (saber se uma pessoa está capacitada para um trabalho de transportador, de controlador aéreo, administrativo, etc...).

Através de uma avaliação neuropsicológica completa podemos valorar de uma maneira eficaz e fiável as diferentes habilidades cognitivas, como a atenção sustentável. O teste que oferece a CogniFit para avaliar a atenção sustentável está inspirado no teste clássico Continous Performance Test (CPT). Esta prova ajuda a avaliar outras alterações de conducta como a inquietação ou a impulsividade, a ansiedade e a desatenção, entre outras. Além da atenção sustentável, o teste também mede a inibição e a re-contextualização.

  • Teste de Desatenção FOCU-SHIF: No ecrã aparece uma luz em cada esquina. Há que clicar nas luzes amarelas tão rápido como seja possível. Por outro lado, se as luzes passam a ser vermelhas, não deve clicá-las.

Como reabilitar ou melhorar a atenção sustentável?

Todas as habilidades cognitivas, incluida a atenção sustentável, podem ser treinadas para melhorar o seu rendimento. Na CogniFit oferecemos a possibilidade de realizá-lo de maneira profissional.

A plasticidade cerebral é a base da reabilitação da atenção sustentável e das outras capacidades cognitivas. A CogniFit dispõe de um conjunto de exercícios clínicos desenhados para reabilitar os défices na atenção sustentável e noutras funções cognitivas. O cérebro e as suas ligações neuronais fortalecem-se com o uso das funções que dependem destas. De modo que, se exercitamos frequentemente a atenção sustentável, as ligações cerebrais das estructuras implicadas na atenção também se fortalecerão.

A CogniFit está formada por uma completa equipa de profissionais especializados no estudo da plasticidade sináptica e processos de neurogenese. Isto permitiu a criação de um programa de estimulação cognitiva personalozado para as necessidades de cada usuário. Este programa teve origem devido a uma precisa avaliação da atenção sustentável e outras funções cognitivas fundamentais. Em base aos resultados da avaliação, o programa de estimulação cognitiva da CogniFit oferece de forma automática um treino cognitivo personalizado para fortalecer a atenção e outras funções cognitivas que se considerem necessárias de acordo com a avaliação.

É imprescindível realizar um treino constante e apropriado para melhorar a atenção sustentável. A CogniFit dispõe de ferramentas de avaliação e de reabilitação para optimizar esta função cognitiva. Para uma correcta estimulação são necessários 15 minutos por dia, dois ou três dias por semana.

Pode-se aceder ao programa de estimulação cognitiva da CogniFit através da internet. Há uma grande variedade de actividades interactivas, em forma de divertidos jogos mentais que podem realizar-se através de computador. Ao finalizar cada sessão, a CogniFit mostrará um gráfico detalhado com a evolução do estado cognitivo.

Por favor, escreva o seu endereço de e-mail