Sobre Cookies nesta página web

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência online. Ao continuar a utilizar este site sem mudar as suas preferências de cookies, assumiremos que aceita o nosso uso das cookies. Para conseguir mais informação ou mudar as suas preferências de cookies, veja a nossa política de cookies.

Aceitar
Escolha sua plataforma e compre
Tente um mês grátis de carga com 10 licenças.
Para que vai servir a conta?
Cadastre-se

Confirme que os treinos e/ou avaliações são para o seu próprio uso. Vai criar uma conta pessoal. Esse tipo de conta está desenhado para ajudá-lo a avaliar e treinar as suas habilidades cognitivas.

Confirme que deseja aceder aos treinos e avaliações cognitivas para os seus pacientes. Vai criar uma conta de gestão de pacientes. Esta conta está desenhada para ajudar os profissionais de saúde (médicos, psicólogos ...) no diagnóstico e intervenção de distúrbios cognitivos.

Confirme que deseja oferecer treinos e/ou avaliações cognitivas aos seus familiares ou amigos. Vai criar uma conta de família. Esta conta está desenhada para dar acesso às avaliações e treinos da CogniFit aos seus familiares.

Confirme que deseja aceder aos treinos e avaliações cognitivas para os participantes de um estudo de pesquisa. Vai criar uma conta de pesquisa. Esta conta é especialmente desenhada para ajudar os pesquisadores nos seus estudos nas áreas cognitivas.

Confirme que deseja aceder a treinos e avaliações cognitivas para os seus alunos. Vai criar uma conta de gestão de alunos. Esta conta está desenhada para ajudar no diagnóstico e na intervenção de distúrbios cognitivos de crianças e jovens estudantes.

Para o seu próprio uso (apartir dos 16 anos)

loading

Ao se registrar e usar CogniFit, você aceita que leu, entendeu e que está de acordo com as de Uso e a de Privacidade de CogniFit.

corporativelanding_Insomnio-Infantil_social_picture
  • Aceda a este conjunto de avaliação neuropsicológica Insónia Infantil

  • Explora e ajuda a corrigir as funções cerebrais implicadas no sono

  • Contribui para combater os problemas do sono do seu filho. Prove já!

loading

Estimulação neurocognitiva para ajudar a tratar as redes neuronais implicadas na insónia em crianças

O meu(minha) filho(a) tem insónia. Que posso fazer? A estimulação neurocognitiva pode ser uma ajuda para superar os problemas do sono que se produzem na infância. Rigorosos estudos científicos provaram que o programa de estimulação cerebral da CogniFit é um tratamento não farmacológico que contribui a minimizar os problemas da insónia. Cada vez mais recomendado pelos profissionais porque ao potenciar diferentes habilidades cerebrais pode chegar-se a modificar a arquitectura do sono e reduzir os problemas das crianças para dormir, ajudando a vencer os transtornos do sono e insónia infantil.

Estes exercícios clínicos foram desenhados por uma equipa de neurologistas que investigam os transtornos do sono infantil. Aplicam os últimos descubrimentos sobre o cérebro a simples e divertidas tarefas mentais orientadas a potenciar a plasticidade cerebral e minimizar os problemas para dormir que experimentam os mais pequenos e tratar a insónia nos adultos. Para uma óptima intervenção, apenas é necessário praticar estes exercícios 20 minutos, 2-3 vezes por semana.

Algumas crianças com insónia podem padecer de hiperactividade, TDAH, dislexia, discalculia, etc… Esta associação deve-se a que estes transtornos partilham alguns mecanismos neurobiológicos e défices estructurais situados no côrtéx pré-frontal do cérebro. Uma área sobre a qual trabalha a CogniFit e que desempenha um papel fundamental no controlo da atenção, regulação da vigilância e do sono e também o próprio estado de ânimo.

Re-educar o cérebro e efectuar mudanças de conducta é fundamental para melhorar a qualidade do sono e descanso das crianças. A estimulação cognitiva pode ser aplicada em todas as crianças com problemas para dormir, com excepção dos que tenham uma incapacidade grave que impeça cumprir o programa.

O programa CogniFit Insónia Infantil actua sobre as seguintes áreas:

  • Latência do sono: O tempo que passa até que a criança adormece.
  • Eficiência do sono: O tempo que a criança permanece dormida.

Programa para crianças com problemas de sono

Avaliação Neuropsicológica Insónia Crianças 1

Diagnóstico cognitivo completo: Através de divertidos jogos o programa avalia com a máxima sensibilidade a função cognitiva do pequeno

Estimulação Neuropsicológica Insónia Crianças2

Exrcícios de intervenção profissional: Estimulação dos domínios cerebrais implicados na insónia infantil. Conjunto de actividades e jogos neurocientíficos.

Reabilitação Insónia Crianças 3

Reabilitação monitorizada: Sofisticados algoritmos identificam as alterações e falhos, recolhem a progressão da criança, os seus resultados e avanços.

Transtorno do sono nas crianças, tratamento

Antes de administrar qualquer tratamento contra a insónia infantil é muito importante que consulte o médico ou pediatra para descartar que o transtorno do sono que sofre a criança é devido a uma patologia orgânica ou neurológica mais séria que deverá ser tratada específicamente por um profissional.

Tratar e combater os problemas do sono em crianças quando têm origem nos maus hábitos, stress, sobre-excitação ou problemas de conducta nem sempre é algo simples. Muitas vezes o sucesso do tratamento para a insónia infantil reside em que a própria criança aprenda a adormecer sozinha e em recuperar uma boa higiene do sono. Para isso é importante que a criança interiorize umas pautas que podem chegar a repetir sozinhos se acordam durante a noite.

Nunca se deve administrar um tratamento farmacológico sem consultar um profissional, sobretudo no caso das crianças. As pastilhas para dormir têm certos riscos e muitas vezes não actuam sobre a própria raiz do problema. Se queremos combater os problemas da insónia infantil causados pelos maus hábitos e superar a disfunção do sono que sofre a criança, as nossas acções devem ser enfocadas em re-educar o cérebro e re-adequar os hábitos do sono da criança.

Os pais podem fazer muito para ajudar os seus filhos a superar as suas dificuldades para dormir e conseguir alcançar esse sono profundo e reparador que tanto necessitam para crescer e desenvolver-se sãos e fortes. O cérebro da criança regenera-se durante o sono e processa os conhecimentos adquiridos ao longo do dia, por isso, disfrutar de uma adequada qualidade de sono infantil é muito importante.

Tratamento Insónia em crianças

O que podemos fazer em casa para tratar a insónia infantil e combater os problemas para dormir que tem a criança?

  • Crie rotinas: É importante manter pautas de sono, seguir sempre os mesmos passos e as mesmas horas, e evitar que estas rotinas se alterem aleatoriamente. Este processo baseado em técnicas conductuais é importante para ajustar o relógio biológico, marcar os seus ritmos vitais e estabelecer o controlo do sono da criança.
  • Um jantar leve: Prepare um jantar que seja fácil de digerir. Tente evitar nestas horas alimentos com açúcar porque podem sobre-excitar a criança. Não deve consumir alimentos que contenham cafeína como o café, o chá ou coca-cola.
  • Não é recomendável jogar antes de ir para a cama: Os jogos podem criar-lhe sobre-excitação.
  • Deite-o cedo: É recomendável que as crianças durmam entre 9 e 10 horas diariamente, por isso deite-o cedo. Por volta das 20h é uma boa hora para que uma criança vá para a cama.
  • Deite-o com algum objecto que goste e que possam manter durante toda a noite: Desta forma, conseguiremos que associe esses objectos com o sono. Conforte o seu filho até que esteja tranquilo na sua cama.
  • Pode ler-lhe um conto com luz ambiente: Prepare-o para dormir, fale num tom muito baixo e tranquilo para que possa relaxar-se. Evite sempre a sobre-excitação. Quando note que está cómodo saia do quarto.
  • Assegure-se de que o quarto está escuro etranquilo: Manter a escuridão do quarto é muito importante para combater a insónia infantil. O relógio biológico vê-se influenciado pelas condições meio-ambientais, quando há escuridão o nosso cérebro segrega substâncias que fomentam o sono enquanto que com luz fomenta-se a actividade e inibe-se o sono.
  • No caso em que comece a chorar, não volte de imediato: Deixe que passem uns minutos para entrar no no quarto para acalmá-lo e quando estiver tranquilo volte a deixá-lo sozinho. Este processo pode repetir-se várias vezes numa noite, mas tem que ser persistente e evitar sempre sacá-lo da cama, cada vez que a criança chore demore um pouco mais em voltar.
  • Tente não chatear-se nem apresentar frustação: Requere-se paciência, mas é importante realizar uma rotina estricta para que a criança aprenda a adormecer sozinha. Se se levanta da cama, deite-o na cama sem enfrentamentos.
  • A estimulação neurocognitiva da CogniFit pode ser uma ajuda efectiva contra a insónia infantil: Este tratamento não farmacológico está orientado a trabalhar as redes de ligações neuronais implicadas no sono e contribui para potenciar diversas habilidades cerebrais relacionadas com o sono. Ao modificar a arquitectura do sono pode chegar a reduzir-se os problemas das crianças para dormir.

Causas da insónia em crianças

Quais são as possíveis causas dos problemas de sono nas crianças? Algumas vezes a insónia infantil pode ser provocada por um problema médico, por isso é importante ir a um pediatra ou especialistas para que estabeleça um diálogo adequado. As causas conductuais e psicológicas dos problemas do sono infantil mais frequentes são as seguintes:

  • Causas da insónia infantil pelos maus hábitos do sono: A iniciação do sono e a capacidade para mantê-lo normalmente está marcada por uma série de circunstâncias biológicas e também por conductas aprendidas. Quer dizer, o organismo tem que estar preparado para o sono e para induzí-lo a este estado é importante que se estabeleçam uma série de rituais ou conductas específicas nos momentos prévios a ir a dormir. Algumas vezes os problemas da insónia infantil apresentam-se a meio da noite, é importante que a criança tenha interiorizada uma série de mecanismos que o ajudem a tranquilizar-se e a conciliar o sono de forma autónoma.
  • Causas da insónia infantil por stress ou ansiedade: O desenvolvimento infantil necessita uma rotina, a criança pode sentir-se inseguro porque tem problemas familiares, ansiedade de separação ou meios infantis. Este tipo de insónia aparece normalmente de repente, pode ser transitório e produzido por factores de tipo pessoal, familiar ou social. Nestas circunstâncias as crianças mostram a sua ansiedade mudando a sua conducta e resistindo-se a dormir. Também podem fazê-lo se tiveram um dia cheio de emoções, o que dormir significaría deixar de fazer as coisas com as que estava a divertir-se. Os temores nocturnos da criança também podem ser um problema, neste caso tem que apoiá-lo e dialogar com ele sobre os seus medos. Normalmente nestes casos o treino está orientado a solucionar o problemaque causa a ansiedade, ou a ensinar lidar com ela.

Além destes problemas de conducta, também existem outras causas, derivadas de problemas médicos que fazem que as crianças não possam dormir. As alergias podem fragmentar o sono, enquanto que a otite, cólocas e outras dores, podem interrumpí-lo. A apneia infantil ou enurese (micção involuntária) podem ser outras causas da insónia infantil. Por isso é importante ir a um médico para que estabeleça um diagnóstico.

Causas da insónia em crianças

Consequência da insónia infantil

Que consequências tem a insónia infantil? Se a insónia aparece numa idade precoce, as consequências que tem para a saúde física e mental tendem a agravar-se. Além disso, uma pessoa que tem insónia quando é jovem, tem mais probabilidades de voltar a sofrer na idade adulta.

Por outro lado, a criança sentir-se-á fatigada e renderá menos na escola, também estará muito irritável e terá constantes mudanças de humor, o que provoca que tenha mais possibilidades de depressão quando seja adulto ou adolescente.

A insónia prolongada tem consequências tanto físicas como psicológicas para as crianças, por isso é importante abordá-lo quanto antes e consultar um especialista para obter a ajuda e ferramentas adequadas.

Consequências da insónia infantil

Terror nocturno e insónia infantil

Muitas crianças padecem de terrores nocturnos. Durante estes episódios, sentam-se na cama de forma brusca e começam a chorar e a gritar, mostrando signos de pânico e ansiedade. Ao contrário dos pesadelos, os que os sofrem não se despertam com facilidade, mas às vezes outros tentam sacá-lo do tranze. Se conseguem despertar-se, vão encontrar-se confusos e desorientados, sem saber o que aconteceu.

Que uma criança padeça de terrores nocturnos não significa que tenha que ter transtornos mentais ou psicológicos. Estes episódios podem acontecer devido à fadiga ou por tensão emocional e os sucessos traumáticos recente como a perda de um familiar ou de um ente-querido também podem influir. Por último, os factores genéticos e hereditários também podem originá-los.

Para poder viver com os terrores nocturnos é necessário esperar a que sigam o seu curso natural, mas sempre baixo supervisão. É importante considerar como é o comportamento da criança enquanto está acordada. Se se vê que tem problemas externos que possam influir na criança, trate de solucioná-los ou consulte um profissional.

Existem técnicas como os exercícios de relaxamento que podem ensinar a criança a fazer frente aos sonhos que lhes causam ansiedade.

Terror nocturno e insónia em crianças

Insónia em crianças com hiperactividade

Para entender a relação entre os problemas do sono nas crianças e o TDAH é importante assinalar que existe um vínculo bi-direccional entre estes dois transtornos. A psicopatologia do TDAH e a regulação do ciclo de vigilância - sono partilham mecanismos neurobiológicos: um défice estructural no côrtéx pré-frontal do cérebro, que é a zona específica que se encarrega de controlar a atenção e regular o sono. Por isso, grande parte dos exercícios clínicos de estimulação cognitiva da CogniFit centram-se em trabalhar as redes de ligações neuronais que abrange este módulo cerebral.

Existem uma alta prevalênciade alterações de sono em crianças com hiperactividade. As crianças com TDAH apresentam padrões de sono instáveis, dificulades para conciliar o sono, despertares nocturnos e pernas inquietas ou movimentos bruscos enquanto dormem. Estes episódios impedem que o cérebro da criança se regenere correctamente.

A insónia infantil, em vez de provocar sonolência e cansaço ocasionará dificuldades para focalizar a atenção, problemas de concentração, de aprendizagem, de controlo dos impulsos, de auto-regulação da emoção, de interiorização da linguagem, dificuldades na memória do trabalho e nas funções executivas. Por isso, se este transtorno não se trata com as ferramentas específicas, retro-alimentará o TDAH e vice-versa. Uma vez mais, o programa de estimulação neurocognitiva da CogniFit pode ser uma ajuda eficaz para avaliar e tratar a insónia em crianças com hiperactividade.

Insónia em crianças com hiperactividade

Referências

Shatil E, A Metzer, Horvitz O, Miller R. - Baseado no treino perzonalizado cognitivo no lar dos pacientes com EM: Um estudo da adesão e o rendimento cognitivo - Neuroreabilitação 2010; 26:143-53.

Peretz C, AD Korczyn, E Shatil, V Aharonson, Birnboim S, N. Giladi - Baseado num Programa Informático, Treino Cognitivo Personalizado versus Jogos de Computador Clássicos: Um Estudo Aleatório, Duplo Cego, Prospectivo da Estimulação Cognitiva - Neuroepidemiología 2011; 36:91-9.

Shatil E (2013). ¿El entrenamiento cognitivo y la actividad física combinados mejoran las capacidades cognitivas más que cada uno por separado? Un ensayo controlado de cuatro condiciones aleatorias entre adultos sanos. Front. Aging Neurosci. 5:8. doi: 10.3389/fnagi.2013.00008

Thompson HJ, Demiris G, Rue T, Shatil E, Wilamowska K, Zaslavsky O, Reeder B. - Telemedicine Journal and E-health Date and Volume: 2011 Dec;17(10):794-800. Epub 2011 Oct 19.

Preiss M, Shatil E, Cermakova R, Cimermannova D, Flesher I (2013), el Entrenamiento Cognitivo Personalizado en el Trastorno Unipolar y Bipolar: un estudio del funcionamiento cognitivo. Frontiers in Human Neuroscience doi: 10.3389/fnhum.2013.00108.

Cricco M1, Simonsick EM, Foley DJ. (2001) The impact of insomnia on cognitive functioning in older adults. J Am Geriatr Soc. 2001 Sep;49(9):1185-9.

Eddy Ives L-S, Ugarte Libano R. TDAH y trastornos del sueño. En: AEPap ed. Curso de Actualización Pediatría 2011. Madrid: Exlibris Ediciones; 2011. p. 397-406.

Domínguez-Ortega, L. y De Vicente-Colombia, A. Trastorno por déficit de atención con hiperactividad y alteraciones del sueño. Med Clin (Barc). 2006;126(13):500-6

Por favor, escreva o seu endereço de e-mail